Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Como o referendo, a adopção e a co-adopção dominaram a internet em Portugal

 

O tema que se debateu na última quinta e sexta-feira dentro das quatro paredes do Parlamento diz respeito a todas as quatro paredes em Portugal. Pedro Delgado Alves, deputado do PS, não podia estar mais certo.

Protesto contra o referendo na cidade que elegeu Hugo Soares (com vídeo)

Braga, a cidade natal do deputado Hugo Soares, já recebeu um protesto anti-referendo e pró-adopção. O protesto decorreu este Domingo entre a Avenida Central e o Largo da Senhora-a-Branca e reuniu cerca de duas dezenas de manifestantes que empunharam cartazes com mensagens como "A família não vai a referendo", "O amor dá-se não se referenda” e "Não se referendam os direitos das crianças".

Vários deputados do PSD e CDS queriam votar contra referendo

“A minha intenção era votar contra esta iniciativa, mas houve outras orientações na bancada do CDS. Para que não haja quem considere deslealdade parlamentar, conformei o meu voto em relação a algo que não acredito e que considero uma iniciativa lamentável.” A declaração foi da deputada Teresa Caeiro (CDS), durante a votação do referendo da adopção e co-adopção, e foi repetida por outros deputados do PSD. Teresa Caeiro juntou-se ao grupo de 14 deputados do PSD que apresentaram declarações de voto. No caso do partido de Paulo Portas a orientação era a abstenção, enquanto no PSD foi imposto o voto favorável à proposta protagonizada por Hugo Soares.

Teresa Leal Coelho demite-se da bancada do PSD depois da aprovação do referendo

Cinco deputados do PSD faltaram à votação sobre sobre o referendo da adopção e co-adopção de crianças por parte de casais de pessoas do mesmo sexo, incluindo a vice-presidente da bancada parlamentar Teresa Leal Coelho. Mesmo assim, isso não impediu o PSD de conseguir aprovar a proposta de referendo.

 

 

70 por cento não quer referendo à adopção e co-adopção

Um inquérito levado a cabo pelo site dezanove.pt revela que a esmagadora maioria dos participantes não concorda com o referendo proposto pelo PSD acerca da adopção e da co-adopção de crianças por parte de casais do mesmo sexo.

PSD está sozinho a defender um referendo sobre adopção e co-adopção

O debate desta quinta-feira no Parlamento deixou claro que apenas o PSD defende a realização de um referendo sobre adopção e co-adopção por parte de casais de pessoas do mesmo sexo. Esta ideia começou a ser apresentada por Hugo Soares, líder da JSD, mas transformou-se numa matéria onde é agora exigida disciplina de voto para os deputados da bancada do PSD.

 

Co-adopção: Fabíola Cardoso escreve aos deputados para apresentar a situação da sua família

“Venho pedir-vos a decência de aprovarem a lei da co-adopção, não porque a considero excelente, excelente seria simplesmente todas as crianças deste país terem uma família feliz onde crescer em segurança, mas porque nenhuma família deveria ter de passar pela situação que a nossa está a passar.” É desta forma que Fabíola Cardoso se dirige numa carta aos deputados da Assembleia da República, onde relata a situação da sua família.

 

Referendo à co-adopção em análise na próxima semana

A iniciativa dos deputados do PSD para a realização de um referendo à co-adopção por casais do mesmo sexo será discutida na próxima quarta-feira, 11 de Dezembro, na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

Co-adopção é candidata a Palavra do Ano em Portugal

A Porto Editora anunciou as 10 palavras que estão em votação online como candidatas a Palavra do Ano. Co-adopção, grandolada, irrevogável, inconstitucional e swap são algumas das palavras que constam da lista. Nas edições anteriores, as palavras vencedoras foram "Entroikado" (2012), "Austeridade" (2011), "Vuvuzela" (2010) e "Esmiuçar" (2009). A palavra do ano será conhecida a 3 de Janeiro.

 

Hugo Soares consegue adiar votação da co-adopção graças à ideia do referendo

A proposta do líder da JSD, Hugo Soares, de realizar um referendo ao tema da adopção e co-adopção por parte de casais de pessoas do mesmo sexo, apenas apresentada na terça-feira, teve como efeito o adiamente do votação do projecto de lei do PS para a consagração da co-adopção por casais do mesmo sexo.

A noite em que os defensores da co-adopção sairam à rua

Os responsáveis por uma das convocatórias para a contra-vigília do 23 de Julho não deixavam de mostrar a sua satisfação pelos resultados. Terão estado do lado LGBT cerca de 150 pessoas, um número semelhante ao dos participantes da vigília promovida pela Comissão Nacional Pró Referendo Vida contra a lei da co-adopção, esta terça-feira à noite, em frente ao Parlamento.

 

Votação da co-adopção adiada para Setembro

 

A votação da lei da co-adopção, que devia ocorrer antes do encerramento da actual legislatura, foi adiada para Setembro. É que o PSD e CDS aprovaram esta terça-feira um requerimento apresentado pelos sociais-democratas em que pediam que a votação na especialidade e a votação em plenário passasse para o início da próxima legislatura. O partido de Passos Coelho argumenta que foi apresentada pelo PS uma alteração ao diploma ontem à tarde e que falta ainda realizar audições na comissão parlamentar.