Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Passatempo: queres ir à inauguração da discoteca Construction em Lisboa?

Esta sexta-feira, 30 de Março será inaugurada a Construction, a nova discoteca do Príncipe Real (Lisboa). Localizada nas antigas instalações do Bric, que fechou portas em Fevereiro, a Construction pertence aos mesmos donos do Woof X e do Woof LX. À semelhança dos dois bares a discoteca é inspirada na comunidade "bear", mas é aberta a todos. Abre apenas às sextas e sábados, com música e diversão da meia-noite às 6 da manhã.

 

O dezanove tem 5 convites duplos para a inauguração para sortear entre os seus leitores.

 

Finalmente caberão todos lá dentro? (com vídeos)

O mais antigo estabelecimento LGBT em Portugal comemora 35 anos. Falar do bar que, em 1976, finalmente abriu as portas à comunidade LGBT é falar dos shows de travesti que tornam a casa ponto obrigatório do roteiro de qualquer turista LGBT-friendly em Lisboa. Em Fevereiro passado até a cantora Kate Perry quis saber como era a noite no mítico bar do Príncipe Real em Lisboa.

 

Festas do Conga Club: Estão aí e vieram para ficar (com vídeos)

A premissa é simples: diversão. Seis rapazes e uma rapariga trouxeram um novo conceito de festa às noites de Lisboa. São eles Pedro Figueiredo, João Gaspar, Diogo da Cunha Matos, António Magalhães, Nuno Lira, André Murraças e Mariana Afreixo. Como pista de dança o bar Etílico, no Bairro Alto, que desde Junho tem estado a abarrotar com adeptos seduzidos pelos vídeos que a família Conga produz. O dezanove foi falar com os protagonistas e perceber o que está por detrás destes originais argumentos.

Pedro Martin: “Somos claramente a favor de criar e incentivar uma cultura LGBT centralizada”

O Príncipe Real está cada vez mais LGBT-friendly. No mês passado nasceu mais um espaço nocturno a discoteca e after hours ZOO decorado por Paulo Piteira (um dos cinco especialistas do ex-programa da SIC, Esquadrão G). O dezanove foi falar com quem dá a cara por este projecto, o manequim Pedro Martin, que divide a gestão com mais dois sócios: Luís Veloso e a própria mãe.

 

 

Há um novo Zoo no Príncipe Real

É uma boa e uma má notícia. Comecemos pela má. O Memorial, local histórico da noite lésbica do Príncipe Real, em Lisboa, fechou de vez. A boa é que a capital passou a contar com um after hours LGBT. No lugar do Memorial nasceu no fim de Junho o Zoo. A decoração do Zoo esteve a cargo de Paulo Piteira, enquanto Pedro Martin assume as relações públicas do espaço. Aquando da inauguração, o espaço fechava às quatro da manhã. Agora, a noite tem duas fases. Às 6 da manhã volta a reabrir como after hours. Os responsáveis prometem várias festas e até matinés para verdadeiros os party animals. O Zoo localiza-se na rua de Gustavo de Matos Sequeira 42 A, Lisboa.

Porto vai ter uma semana cheia de acções Queer, LGBT e Pride (actualizada)

O Porto vai assistir a uma semana com várias actividades, algumas a decorrerem em simultâneo, em torno da comunidade LGBT. A Semana Queer, evento de nove dias promovido pela CASA - Centro Avançado de Sexualidades e Afectos, arranca esta sexta-feira. Teatro, cinema, debates, exposições ("sex toys" incluídos), uma acção de formação em activismo LGBT, shows de transformismo e até um Arraial Queer são algumas das iniciativas da CASA, que se apresenta como "inédita" e tem como lema "Amor Alternativo". Em média, a CASA propõe duas iniciativas culturais por dia até 9 de Julho.

Arraial Pride: 12 horas de diversidade na "maior pista de dança do país" (com vídeos)

 

Às 4 da manhã em ponto, a festa da diversidade acabava no Terreiro do Paço. Os holofotes foram ligados, a música ia diminuindo de volume e os funcionários da Câmara Municipal de Lisboa limpavam os detritos com jactos de água. A pouco e pouco as pessoas foram abandonando o local dos festejos do orgulho em ser LGBT.

A festa, de entrada livre, tinha começado 12 horas antes com temperaturas acima dos 35 graus. Durante a tarde vários foram aqueles, de todas as idades, passaram pela metade da Praça do Comércio destinada ao Arraial Pride. Ainda sem números oficiais, os correspondentes 18 mil metros quadrados, estiveram bem lotados.  De fora só a homo, bi e transfobia, isto é, as atitudes e sentimentos negativos contra gays, lésbicas, bissexuais e pessoas transgéneras.

Festa LGBT em Luanda, “Sweet Night” pretende lutar contra o preconceito

Desta vez é a sério e com direito a ampla divulgação na cidade de Luanda. Às 23:30 do próximo Sábado, no bairro do Maculusso (salão do colégio IMTJ) vai dar-se início à segunda festa LGBT e simpatizantes organizada por um colectivo composto por Bruno Fernandes, Mértula Albino, Mário Lopes, Noar Bote e Edmilson Moura.