Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

A diversidade e libertinagem de Sade chega aos palcos

boudoir.jpg

“Boudoir - 7 Diálogos Libertinos” é uma criação de Martim Pedroso & Nova Companhia, que estreia esta sexta-feira no Teatro Campo Alegre (Porto), estando em cena até Domingo. De 30 de Janeiro a 10 Março estará em Lisboa, na sala-estúdio do Teatro da Trindade

A peça tem como base o texto “A Filosofia na Alcova”, de Marquês de Sade, do século XVIII que veio questionar a heteronormativade e conservadorismo sexual. Sade pôs em causa os costumes da aristocracia francesa e a moralidade católica no seio de uma velha monarquia que, para ele, se esgotava. No seu programa literário e filosófico, Sade propõe uma nova ordem mundial indo ao limite da libertinagem, tentando furar os tabus mais secretos. É este o ponto de partida para a dramatização de um espectáculo que pretende, acima de tudo, celebrar a liberdade do corpo e do pensamento na sociedade contemporânea. Participam na peça Flávia Gusmão, Gonçalo Cabral, João Gaspar, João Telmo, Margarida Bakker, Maria João Abreu, Miguel Borges e Statt Miller.