Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

"A Importância de Ser Alan Turing" em cena na Casa do Capitão

AIMPORTANCIA_1200x560_PT.jpg

Com "A Importância de Ser Alan Turing" Miguel Bonneville prossegue o seu projecto de uma série de espectáculos sobre as vidas e obras de artistas e pensadores cuja importância tem sido vital no seu percurso artístico.

Esta nova criação, desenvolvida em residência no âmbito do Verão Azul em 2020,  toma como ponto de partida Alan Turing (1912-1954) – matemático, criptoanalista e cientista da computação de primeira geração.

Mais conhecido por ter ajudado a decifrar os códigos da máquina alemã Enigma durante a II Guerra Mundial, evitando que a guerra se prolongasse por mais tempo, Turing foi também pioneiro na proposta da inteligência artificial. Em 1952 este cientista enfrentou um processo criminal por actos homossexuais, considerados então de “indecência grave”. Foi condenado e castrado quimicamente. Morre dois anos depois por envenenamento com cianeto – não se sabe se de forma acidental ou deliberada.

Depois de uma campanha na internet, em 2009 recebeu desculpas públicas do governo britânico e, em 2013, da rainha Isabel II.

Em A Importância de Ser Alan Turing – “projecto de tecnologia emocional” – desenvolve um olhar obsessivo sobre o corpo e sobre o seu encontro com a música electrónica; experiência corporal + disciplina matemática = potência erótica.

Nesta criação, Bonneville é acompanhado pela artista sonora Clothilde, e pelos seus sintetizadores modulares, muito semelhantes a um computador do início do século passado, ambos procurando entranhar-se num “mundo de fantasmas que viajam pelos fios”, criando música para indisciplinar os corpos.

A peça estará em cena apenas nos dias 14 e 15 de Outubro, Casa do Capitão – Fábrica do Pão, em Lisboa.