Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Ameaças de morte e Centro LGBTI de Barcelona vandalizado. Alcaidessa responde: “Não nos metem medo”

Centre LGBTI Barcelona Ada Colau.jpg

Tinha sido inaugurado há pouco mais de uma semana pela presidente da Câmara de Barcelona Ada Colau Ballano. O primeiro centro de apoio às pessoas LGBTI de Barcelona tinha sido alvo de destaque e elogios.

Na inauguração, a presidente da Câmara deixava a nota que estes "são tempos obscuros, em que pessoas retrógadas questionam a libertade e o amor", mas também defendeu que este centro era um motivo de esperança. O centro nascia do consenso de todas as associações LGBTI da cidade, para além de ser a sede destas organizações.

No passado fim-de-semana, o centro foi vandalizado com inscrições nas paredes de frases como "Estão mortos", "Fuck LGBTI" e uma cruz celta, frequentemente utilizada por movimentos neonazis.

A alcaidessa de Barcelona considerou este ataque "cobarde" e deixou um aviso aos responsáveis: "Têm que saber que não nos metem medo, pelo contrário. Temos ainda um orgulho maior em ser uma cidade diversa e a alegria de querermos quem queremos e como queremos. Em Barcelona #lovewins". No Facebook, Ada Colau não pôde ser mais clara: “O ódio não é bem-vindo. Não haverá impunidade”.

No dia a seguir ao ataque houve uma manifestação de solidariedade em frente ao centro vandalizado:

Manif BCN 2.jpg

manif BCN 1.jpg

Fotos via Twitter

 

Foto: inicial Observatori contra l' homofòbia