Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Como a IPA está a melhorar Torres Vedras

IPA.PNG

O primeiro ano de existência da IPA - Associação para a Promoção da Igualdade celebra-se no próximo dia 28 de Junho.

 

A primeira associação LGBTQI em Torres Vedras e na Região Oeste, nasceu no dia e ano em que se assinalaram 51 anos de Stonewall. Cientes da carga simbólica desse dia, referiram na altura, na sua página de Instagram, que “28 de Junho de 2020 marca outro início, outro arranque, outra vez a necessidade de ter voz, mais voz, e claro, mais igualdade!”

Assim, com objectivo de combater a discriminação em função da orientação sexual, identidade e expressão de género e características sexuais, a associação tem desenvolvido actividades na região, nomeadamente a criação de murais que celebram a Igualdade, a Diversidade e o Amor. O projeto Xénos+ foi outra das investidas da associação, tratando-se de um projecto que visava a criação de cartazes alusivos ao combate da homofobia, bifobia e transfobia e que culminou com uma exposição dos mesmos, na Praça 25 de Abril, em Torres Vedras.

A 17 de Maio por iniciativa da IPA - Associação para a Promoção da Igualdade em parceria com a CM de Torres Vedras a bandeira arco-íris foi hasteada naquele concelho. “Uma conquista com muito simbolismo rumo a uma sociedade mais justa, igual e plural!”

Também em Maio, a IPA anunciou que foi uma das entidades vencedoras do Programa Bairros Saudáveis, com o "GAPI - Gabinete de Apoio Psicossocial para a Igualdade". Segundo a associação, o objectivo do projecto é “criar uma resposta social especializada que atenda às problemáticas da comunidade LGBTQI+ através da prestação de apoio técnico especializado na área psicossocial e de saúde mental para a comunidade LGBTQI+, priorizando crianças e jovens, bem como as suas famílias”.

No que diz respeito ao mês corrente e, sendo o Mês do Orgulho, a IPA elaborou um programa com várias actividades, nomeadamente a “Sessão Evocativa às Vítimas LGBT” que ocorreu a 16 de Junho, e se tratou de um momento de recordações e homenagens.

Nesse dia, Carlos Daniel Carreira, presidente da IPA, lembrou que “as vítimas têm rosto, têm sempre". A “Inauguração da Exposição ‘fbaul’ous’” e “Leituras LGBT” ocorreram a18 de Junho, no âmbito do Pride Month. A “Conversa de Terraço” será a última actividade e vai decorrer no próximo dia 26, às 16 horas, no Terraço da Câmara Escura, em Torres Vedras. A IPA contava, também, participar na Marcha LGBTI+ de Lisboa mas, infelizmente, esse desejo não se concretizou, pela mesma ter sido cancelada.

Efectivamente, esta é uma associação criada com um propósito muito importante e em claro crescimento. Há três dias, a IPA anunciou, no seu Instagram, que é beneficiária de um projecto em votação no Orçamento Participativo de Torres Vedras na tipologia de Projeto de Freguesia. O projecto chama-se “Biblioteca Igual” e, segundo a associação, pretende-se criar um “espaço destinado a obras de referência, mais e menos conhecidas, de romances, estudos, manuais, poesia, biografias e outros tipos de obras, que tratem a Igualdade, os Direitos LGBTI+ e os Direitos Humanos”, mitigando dessa forma “uma lacuna na rede de bibliotecas escolares e da própria Biblioteca Municipal”. Assim sendo, a associação precisa do teu voto. Se és de Torres Vedras, passa no Instagram da IPA para saber como podes votar. Se não és de Torres Vedras, visita na mesma a página e acompanha o trabalho desta associação recém-criada.

 

Sara Lemos

 

2 comentários

Comentar