Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Conhece os concorrentes gays em "O Amor Acontece"

O Amor Acontece Diogo e Paulo.PNG

"O Amor Acontece" recebeu ontem os primeiros concorrentes homossexuais. Paulo e Diogo vão tentar vingar como o primeiro casal gay do programa dos Domingos à noite na TVI apresentado por Maria Cerqueira Gomes e Pedro Teixeira. 

Diogo tem 25 anos, é recepcionista de hotel e é de Guimarães. Paulo Valter, de 23 anos, é feirante e vem de Gondomar. Ambos ficaram na Casa do Moinho e serão postos à prova durante esta semana. Será que no final desta semana ambos encontram o Amor?

Sabe-se que Paulo sofreu bullying por ser homossexual e só conseguiu admitir a sua orientação sexual à família aos 18 anos. Contou com o apoio de todos e foi surpreendido com o apoio dos que o amam. As dificuldades tornaram-se uma superação, moldou e tatuou o seu corpo, começou a partilhar mensagens motivacionais sobre o amor livre e autoaceitação no Instagram e já conta com mais de 105 mil seguidores. Com a pandemia começou a vender produtos online. 

De Diogo sabe-se que é um rapaz discreto, romântico e sociável. Tornou-se vegetariano na pandemia e adora cozinhar para os amigos. Também gosta de praticar desporto regularmente e diz precisar de um companheiro que se preocupe com a boa forma física. Procura um homem tranquilo, positivo, alegre, bem resolvido e que não seja ciumento. 

Apesar destes concorrentes não serem os primeiros assumidamente homossexuais num reality show em Portugal este foi um dos assuntos mais comentados do dia nas redes sociais e fóruns temáticos. Os vídeos partilhados no site da TVI dão o mote para os temas que estão a ser discutidos entre ambos. Vê aqui os primeiros vídeos, clicando em: Paulo rendido a Diogo: «é bonito e humilde».

1 comentário

Comentar