Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Dossiê de linguagem neutra e inclusiva e bandeira drag king queer lançados em Portugal

Dossiê de Linguagem Neutra e Inclusiva

Como usar a linguagem neutra e inclusiva na prática? Qual a sua importância na vida das pessoas?

O fim do binarismo linguístico em vários países. Comunicar com empatia. O exemplo do Brasil... Serão estes alguns dos assuntos abordados nos próximos dias aquando do lançamento internacional do novo Dossiê Linguagem Neutra e Inclusiva (DLNI) em Portugal.

 

O Instituto [SSEX BBOX]  - género e sexualidade fora da caixa, e a [DIVERSITY BBOX] - consultoria especializada para a equidade social e para a promoção da diversidade em empresas, organizações e instituições, lançam em Portugal, o Dossiê de Linguagem Neutra e Inclusiva. Estas entidades foram criadores e pioneiros da linguagem neutra no Brasil.

pri bertucci ssex bbox

Por detrás desta iniciativa está Pri Bertucci, pessoa fundadore do Instituto [SSEX BBOX], artista social, educadore e pesquisadore da área de diversidade há pelo menos duas décadas. Identifica-se como pessoa parda / não branca, transgénero/não binárie / gender queer. É CEO da [DIVERSITY BBOX] consultoria, que inovou no tema de justiça social no Brasil; cocriadore do pronome de género neutro ILE/DILE e responsável pela adaptação de linguagem neutra na língua portuguesa. É fundadore e produtore executive da Marcha do Orgulho Trans de São Paulo, o maior evento Trans da América Latina e comenta: "Acredito que existe um meio caminho, o caminho do meio, que é à base de muitas filosofias ancestrais e que pode servir de referência. A nossa civilização é real, mas mutável. Também assim acontece às nossas línguas e conceitos, que evoluem com a nossa consciência. O mundo está em constante movimento – é caótico e emergente. O mundo não pode ser reduzido à nossa arrogância, seja pelo desejo do controlo das massas ou pela liberdade e emancipação absoluta,” conclui Pri.

 

Com o intuito de debater e consciencializar a sociedade, este lançamento internacional é realizado no nosso país em parceria com várias entidades, nomeadamente a Rede Brasil do Pacto Global da ONU, OUT&EQUAL (principal organização do mundo ligada à equidade LGBTQ+ no trabalho), o site de notícias e cultura LGBTI de Portugal dezanove.pt, o NuPride (núcleo LGBTQ+ de estudantes da Universidade Nova Lisboa, Espaço Cultural Valsa (parte do Coletivo Coral), associação Opus Diversidades, TransParente Consultoria, Queer as Fuck, Mostra Internacional Drag King Queer, Queer Tropical, Casa Qui, Casa Comum, UMAR, Porto Inclusive, Agralha, Amnistia Internacional Braga, Café Lusitano, ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Trans e Intersexos) e  ainda conta com o patrocínio de Mattos Filho Advogados.

O Dossiê de Linguagem Neutra e Inclusiva é inédito na língua portuguesa e aborda temas como: acessibilidade, empatia, dialetos da comunidade LGBTQIAP+, binarismo gramatical, boas práticas, aprendizagens e relevância da temática em escolas, indicação de pronomes de género.
“Como podes incluir os pronomes nas redes sociais e nas biografias profissionais, género neutro em interfaces de voz —  problema de uso ou preconceito linguístico?” e “História da linguagem neutra no Brasil, identidades de géneros não binários: a diversidade na história mundial e história da linguagem neutra no Brasil.”

 

Por que motivo existe uma comunicação inclusiva?
No DLNI podemos ler: “A comunicação verbal está sempre em movimento. Isso acontece porque a língua é viva e estamos em constante desenvolvimento, tal como todes nós.”
“A comunicação é a ferramenta chave para entender e ser entendide. É essencial para estabelecer um ambiente seguro quando é utilizada como um instrumento para aprendermos a ouvir as nossas necessidades mais profundas, assim como as de outres.”
“Trata-se de valorizar e de estar ciente das diferentes maneiras pelas quais uma pessoa pode comunicar. Dessa forma, permitimos que essas pessoas façam e compreendam as suas escolhas, expressem sentimentos, necessidades e possam envolver-se com o mundo à sua volta.”

linguagem neutra inclusiva ile dile.png

"Tudo o que é novo assusta! Assim foi no início dos trabalhos sobre o tema no Brasil conduzido por Pri Bertucci nas conferências internacionais [SSEX BBOX] nas quais participei de várias edições. E esse “novo”ainda assusta... A nossa sociedade está acomodada à convivência com o patriarcado. Quando o debate da linguagem neutra surgiu, em meados de 2014, muita gente nao acreditou na sua potencialidade, mas não esperavam que tanta gente se adequasse, não só por moda, mas por ser acolhida pela estratégia. Não é para se sobrepor a outra linguagem de género e anti sexista já conquistada, é para continuar a ampliar o acolhimento linguístico. O manual chega num excelente momento da história do movimento LGBTQIAP+”, refere Symmy Larrat directora executiva da ABGLT, uma das mais reconhecidas vozes da militância trans no Brasil.

Mas as novidades não ficam por aqui. Para além da apresentação do dossiê, em parceria com a Mostra Internacional de Drag King Queer, festival internacional que reúne Drag Kings de todo o mundo, será divulgada a Bandeira Drag King Queer com performance King Queer e uma tertúlia sobre “Masculinidades”.

 

Fica a par da programação completa que terá cinco eventos em Portugal já a partir deste Sábado:

Lisboa:
25 de Setembro
Lançamento Dossiê de Linguagem Neutra e Inclusiva e Inauguração da Bandeira Drag King Queer; Roda de Conversa "Masculinidades" e Performance King Queer
com o apoio de Queerasfuck, Queeraoke e Mostra Internacional Drag Kings Queer
Local: Espaço Valsa
Endereço: Angelina Vidal 13, 1170-166 Lisboa
Metro mais próximo: Intendente

27 de Setembro
Lançamento Dossiê de Linguagem Neutra e Inclusiva
Local:  FCT, da Universidade Nova de Lisboa (Caparica, Lisboa)
Endereço: Largo da Torre, 2825-149 Caparica
Transportes: Comboio Lisboa-Pragal (Fertagus)
Metro mais próximo: Pragal - Universidade

30 de Setembro 
Lançamento Dossiê de Linguagem Neutra e Inclusiva
Local: Palácio Baldaya, com o parceria da Opus Diversidades, apoio de UMAR, Casa Qui e Junta de Freguesia de Benfica.
Endereço: Estrada de Benfica 701A, 1500-087 Lisboa

 

Porto:
02 de Outubro
Lançamento Dossiê de Linguagem Neutra e Inclusiva, Roda de Conversa "Masculinidades" e Performance King Queer
Local:  Café Lusitano, com o apoio de Porto Inclusive
Endereço: Mouzinho da Silveira 234 6/8, 4050-417 Porto
Metro mais próximo: São Bento

4 de Outubro
Lançamento Dossiê de Linguagem Neutra e Inclusiva
Local: Casa Comum - Espaço Cultural da Universidade do Porto
Endereço: Fundação Gomes Teixeira e Museus da Faculdade de Ciências, 4050-526 Porto
Metro mais próximo: São Bento e Aliados

 

Podes adquirir a versão impressa do Dossiê de Linguagem Neutra e Inclusiva por 19,99€ mais custos de envio ou a versão e-book a partir de 12,50€. Sabe mais em:  https://ssexbbox.com/dossie/home/