Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Estados Unidos: Condutor de carrinha atropela participantes de Marcha do Orgulho

pexels-rosemary-ketchum-2306784.jpg

Aviso: Conteúdo potencialmente perturbador.

Estava a decorrer a Marcha do Orgulho LGBTI+ em Wilton Manors, na Flórida, EUA, quando o condutor de uma carrinha atropelou dois participantes logo no início da marcha. Há um morto confirmado.

Os socorristas presentes no evento entraram de imediato em acção, prestando a primeira assistência às vítimas.

As autoridades ainda estão a investigar se este acto foi um acidente ou deliberado. O condutor foi detido de imediato para interrogatório.

Dean Trantalis, autarca da cidade vizinha de Fort Lauderdale, afirmou que a carrinha tinha como alvo a viatura onde se encontrava um membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, a democrata Debbie Wasserman Schultz.

“Tratou-se de um ataque terrorista contra a comunidade LGBT”, defendeu Trantalis. “Não foi um acidente. Foi deliberado, premeditado, que tinha como alvo uma pessoa em particular. Felizmente, falharam essa pessoa, mas infelizmente atingiram outras duas”, acrescentou.

"O que começou como uma celebração rapidamente se transformou numa tragédia na Stonewall Pride Parade", disse ainda o xerife responsável pelo condado de Broward, Gregory Tony, em comunicado. "Embora as autoridades ainda estejam a reunir informações, sabemos que duas pessoas que estavam a marchar para celebrar a inclusão e a igualdade foram atingidos por um veículo. Uma pessoa morreu e a outra continua hospitalizada" pode ler-se ainda.

 

Uma testemunha disse que o motorista levava  vestido uma t-shirt com as cores do orgulho e que a carrinha tinha uma bandeira do orgulho, pois estava a participar na marcha.

Segundo a CBS o motorista terá afirmado que ficou com o pé preso entre o pedal do acelerador e o travão o que o fez perder o controlo do veículo. Segundo relatos o motorista integra o coro gay de Fort Lauderdale. O presidente do coro gay já veio confirmar essa informação: "este foi um acidente trágico, os membros do coro foram feridos e o próprio motorista faz parte da família do Coro".

A marcha foi oficialmente cancelada, embora o festival que se segue à marcha tenha continuado reportaram as autoridades.