Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Há um “Obscuro Barroco” para ver no Porto/Post/Doc (com vídeo)

 PPD2018-ObscuroBarroco-708.jpg

O festival Porto/Post/Doc, que decorre entre 24 de Novembro e 2 de Dezembro, vai apresentar o documentário “Obscuro Barroco”.

O filme é narrado por Luana Muniz, ícone da cultura queer brasileira underground entretanto falecida, e que faz uma espécie de roteiro pelo pensamento, vida e luta da comunidade LGBTI no Rio de Janeiro. A obra de Evangelia Kranioti estreou no Festival Internacional de Cinema de Berlim em Fevereiro e tem sido apresentada em vários festivais de cinema. No Porto “Obscuro Barroco” será exibido às 17h de 25 de Novembro no Cinema Trindade e às 14h30 de 29 de Novembro no Rivoli, integrando a Competição Internacional.

Ao todo são 15 os filmes em estreia nacional que integram a Competição Internacional do Porto/Post/Doc. A cerimónia de abertura está marcada para 24 de Novembro com a exibição de “Kaiser: The Greatest Footballer Never to Play Football”, de Louis Myles, no Cinema Trindade. Trata-se da história de um jogador de futebol de topo que nunca chutou uma bola. A cerimónia de entrega de prémios fica entregue a “Prince com Sign O' The Times” e a de encerramento a “Matangi/MAYA/M.I.A.”, de Steve Loveridge.

No total são cerca de 130 filmes que serão exibidos no Teatro Municipal do Porto - Rivoli, o Cinema Passos Manuel, o Cinema Trindade e o Planetário do Porto - Centro Ciência Viva.