Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Mais um “Mapplethorpe” para ver em Serralves

mapp.png

É seguramente a exposição de temática gay mais badalada do ano. "Robert Mapplethorpe: Pictures" está patente em Serralves até 6 de Janeiro. Esta quinta-feira, 29 de Novembro, às 21h30, será apresentado no auditório de Serralves um filme sobre o fotógrafo norte-americano.

O filme “Mapplethorpe” revisita o legado do fotógrafo, começando no momento imediatamente anterior à sua mudança para o Chelsea Hotel. Aí, o fotógrafo começa a acumular um portefólio de imagens – e, ao mesmo tempo, a explorar a sua até então reprimida atracção por homens. Mas a desmesurada ambição de Mapplethorpe – como o próprio refere, numa das cenas iniciais,“não posso ser apenas Mapplethorpe, o fotógrafo”, referindo-se a si mesmo como um “Michelangelo do nosso tempo” – ameaça destruir as relações que ele mais preza.
Centrado no período entre o início dos anos 1970 e a morte prematura do fotógrafo em 1989, aos 42 anos, o filme explora a intersecção da sua arte com a sua sexualidade, a sua batalha pelo reconhecimento institucional, e, pairando sobre tudo isto, o espectro da emergência da epidemia da sida. Esta sessão resulta de uma parceria entre Serralves – Museu de Arte Contemporânea e o Queer Porto – Festival Internacional de Cinema Queer, integrada no programa público da exposição "Robert Mapplethorpe: Pictures"e conta com a presença do produtor e dos co-produtores do filme: Nate Dushku, Amnon Lourie e Crissy Brookshire. O filme é apresentado na versão original em inglês, sem legendas.