Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Maus Hábitos dá palco à cena transformista do Porto

maus habitos.jpg

O Maus Hábitos, no Porto, estreia a 16 de Novembro, uma nova rubrica: Cabaré à Mesa. Previstas para decorrer às segundas, estas sessões têm como curador Miguel Bandeirinha e pretendem dar palco a algumas caras conhecidas da cena transformista do Porto.

Os nomes para a primeira noite já são conhecidos. A uma pequena atuação de Miguel Bandeirinha, acompanhada ao piano, juntam-se os espectáculos de Wanda Morelly e Big Mama. Natural do Porto, Wanda Morelly é Alberto Teixeira. Descobriu a sua verdadeira vocação em 1977, com 17 anos, após uma viagem a Barcelona, em que se fascinou com o "brilho, glamour e plumas" do mundo do transformismo. Desde então, percorreu Portugal de Norte a Sul e a Europa de Leste a Oeste, participando em diversos espectáculos de transformismo e Revistas, programas de televisão, filmes, como é o caso de "Gigola" do francês Laure Charpentier (2011) e arrecadando prémios em diferentes galas. No dia 16 de Novembro, é a vez de pisar pela primeira vez o palco do Maus Hábitos, a par de Big Mama, artista relevada pela rubrica de novos talentos do Pride Bar, em 2009 que, ao longo da última década se tem vindo a afirmar como uma das personagens mais cómicas a actuar no circuito. Big Mama foi, por exemplo, a vencedora da Gala Abraço de 2017. 

Com hora de início prevista para as 20h30 e com duração de cerca de 90 minutos, as noites de Cabaré à Mesa, à semelhança das restantes rubricas do Maus Hábitos, incluem um menu de snacks e bebida e custam 10 euros por lugar.