Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

“Mulheres sem medo”: 150 anos de luta feminista

Mulheres sem medo_capa.jpg

“No século XIX, as mulheres e os homens tinham vidas muito diferentes.” Este é o ponto de partida para “Mulheres sem medo”, o novo livro da ensaísta e jornalista Marta Breen e da ilustradora Jenny Jordahl.

Trata-se de uma novela gráfica sobre os 150 anos do feminismo, as suas principais figuras e as causas que defende. Neste livro, Marta Breen e Jenny Jordahl abordam, com sentido de humor e poder de síntese, 150 anos de coragem, garra e visão de quem lutou e ainda luta pelos direitos das mulheres à volta do globo. Quinze décadas de activismo pelo direito ao voto, ao aborto e à contraceção, de reinvidicações por algo tão simples como a liberdade e a igualdade, a educação e o direito ao próprio rendimento – sem esquecer a defesa do casamento entre pessoas do mesmo sexo e o movimento #metoo.

A história do movimento das mulheres é um importante ponto de viragem na História da Humanidade, desde tempos em que a mulher estava sujeita primeiro ao pai e depois ao marido – sem acesso à educação, sem poder possuir terras e sem ter direito a participar em reuniões políticas –, até aos dias de hoje, em que as mulheres são livres de tomar as suas decisões e, apesar de o caminho ainda não estar terminado, o mundo é melhor para elas e para todos do que há 150 anos.

O livro, agora editado em Portugal pela Bertrand, foi vencedor do prémio para Melhor Livro de Não-ficção de 2018 do Ministério da Cultura da Noruega.