Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Quando os filmes porno ajudam a conhecer a luta pelos direitos LGBTI (com vídeo)

circus of books.jpg

Uma aparente livraria que, na verdade, vende filmes pornográficos protagonizados por homens e cujos donos (um casal heterossexual judeu) são também produtores de filmes para adultos. É esta a história de mais um documentário imperdível disponibilizado pelo Netflix.

“Circus of Books” relata a história de Karen e Barry Mason que assumiram a gestão de um loja em Los Angeles que se especializou na venda e produção de filmes pornográficos. O documentário é da autoria da sua filha, Rachel.

Ao longo de uma hora e meia é possível ficar a conhecer alguns dos momentos da luta pelo direitos LGBTI em Los Angeles, ouvir testemunhos de sobreviventes dos anos da sida e perceber a censura e perseguição de que eram alvo as pessoas ligadas à indústria dos filmes para adultos.

O curioso é que o casal, que tinha três filhos, mantinha a sua profissão oculta da família e amigos. Karen era muito religiosa e vivia um conflito interior por ter um negócio ligado à pornografia. Esta situação vai agudizar-se quando Karen descobre que um dos seus filhos é homossexual.

O documentário serve também para mostrar o papel que muitos negócios tiveram para congregar a comunidade LGBTI, numa fase em que a luta pelos direitos ainda dava os primeiros passos.  

1 comentário

Comentar