Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Quantos preferem bares, discotecas, restaurantes, hotéis e praias LGBTI ou gayfriendly?

Comércio gay LGBTI.jpg

Quase metade dos das pessoas LGBTI portuguesas (47,1 por cento) frequenta bares ou discotecas em Portugal dirigidas ao público LGBTI. Esta é uma das conclusões do inquérito aos Hábitos de Turismo e Lazer de Pessoas LGBTI Portuguesas, promovido pelo dezanove.pt, em parceria com os guias Lisbon e Porto Gay Circuit.

 

Somente 38,4 por cento diz que raramente frequenta bares ou discotecas gay e apenas 14,5 por cento nunca vai a bares ou discotecas específicas para o público LGBTI.

A escolha de um alojamento em Portugal que seja gayfriendly ou que a orientação sexual ou identidade de género sejam respeitadas é relevante para 49,9 por cento, indiferente para 28,8 por cento e apenas para 21,3 por cento não é importante. Já a escolha de um restaurante gayfriendly ou que a orientação sexual ou identidade de género é importante para um terço dos inquiridos, enquanto que para 41,1 por cento é indiferente e para 25,6 por cento não é importante.

Os participantes no inquérito também foram questionados se costumavam frequentar em Portugal praias consideradas gayfriendly. 33,1 por cento dos inquiridos responderam que “às vezes/raramente”, 30,2 por cento que com frequência vão a praias gayfriendly. Somente 19,8 por cento declaram que não vão a praias gayfriendly, enquanto 16,9 por cento assumira não conhecer nenhuma praia em Portugal com estas características.

Ficha técnica: Inquérito online. 1414 respostas de pessoas maiores de 18 anos, a viver em Portugal e que se identificam como LGBTI. Recolha de respostas decorreu entre 14 de Dezembro de 2018 e 14 de Fevereiro de 2019. Inquérito promovido pelo jornal dezanove.pt, e pelos guias turísticos Lisbon e Porto Gay Circuit.

 

1 comentário

Comentar