Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Como são as práticas transgressoras representadas no cinema? Évora vai descobrir

Sete perguntas: Como  fala o cinema hoje das sexualidades? E das homossexualidades? E das transexualidades? Como são as práticas transgressoras representadas no cinema? Que papel tem o documentário na disseminação de temas e na manutenção de tabus? Que lugar têm nas práticas performativas as sexualidades? Como encaramos hoje o pornográfico, o obsceno e o erótico, sobretudo quando se cruzam com os territórios da criação artística?

RTP, SIC, TVI, Única, Luxwoman, Teatro D. Maria II e Clã com trabalhos distinguidos

 A rede ex aequo – associação de jovens lésbicas, gays, bissexuais, transgéneros e simpatizantes irá premiar trabalhos de três canais de televisão, uma reportagem do Expresso e outra da Luxwoman, Diogo Infante e a banda Clã na 7ª edição dos Prémios Média.
Os galardões distinguem "o contributo positivo de figuras da comunicação social, artes e espectáculo, que através do seu trabalho dão visibilidade a algumas dificuldades sentidas pelos jovens LGBT" informa a associação LGBT.

 

Homossexualidade em versão contos e poesia no Teatro Dona Maria II (com vídeo)

Decorreu durante um ano um ciclo de poesia e contos centrados no tema Amor e a Sexualidade, no Teatro Nacional Dona Maria II, em Lisboa. As apresentações realizaram-se no Salão Nobre e abordaram as diferentes formas como a literatura ao longo do tempo tratou temas tão vastos, sensíveis e humanos como a transexualidade, o amor platónico, o incesto, a heterossexualidade.

A 13 de Setembro, às 19 horas, o ciclo chega ao fim com o tema homossexualidade. A selecção de textos ficou a cargo do escritor valter hugo mãe, a interpretação tripartida é das actrizes Alexandra Sargento, Diana Nicolau e Teresa Sobral. A coordenação é de Rita Loureiro. A entrada é livre.