Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

ERC arquiva caso das cenas censuradas no canal Panda Biggs

haruka michiru.jpg

Após o corte do beijo entre as personagens Haruka e Michiru, que se alargou a outras cenas relacionadas com a identidade de género, a Comissão para a Cidadania e Igualdade de género apresentou uma queixa à Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC). No entanto, a ERC decidiu agora arquivar o processo.

Cidadãos apresentam queixa na ERC contra censura no canal Biggs

beijo lesbico sailor moon crystal.jpeg

A polémica originada pela censura de um beijo entre duas personagens femininas da série Sailor Moon Crystal no Canal Biggs originou uma queixa apresentada a várias instâncias incluindo a ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social), várias juventudes partidárias e associações de defesa dos direitos das pessoas LGBT. 

As cores contemporâneas de "A Canção de Lisboa" (com vídeos)

A Canção de Lisboa_2.jpg

4star800.jpg

 

 

 

Após o remake dos filmes “O Pátio das Cantigas" e “O Leão da Estrela”, ambos de 2015 e de Leonel Vieira, é a vez de “A Canção de Lisboa” (2016), de Pedro Varela, ter tudo para ser um sucesso. O filme mantém alguns traços da película original, de 1933, realizado por José Cottinelli Telmo, preservando o que fez dele o primeiro filme de comédia português e a característica das três personagens principais Vasco Leitão, Alice e José Caetano, trazendo-lhe uma roupagem diferente, adaptando-se às cores contemporâneas.

 

Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg beijam-se no episódio de estreia de “Babilônia”

globo.jpg

As actrizes Nathalia Timberg e Fernanda Montenegro, ambas com 85 anos, são um casal em “Babilônia”. São duas grandiosas divas da teledramatugia brasileira, que trabalham em televisão desde os anos 1950. Montenegro já ganhou inúmeros prémios nacionais e internacionais, entre eles um Emmy. Foi inclusive nomeada a um Óscar em 1999 pelo seu papel em “Central do Brasil” (1998, Walter Salles). Timberg participou em tramas como “Vale Tudo” (1988), “Mulheres de Areia” (1993), “Porto dos Milagres” (2001) ou, mais recentemente, “Amor à Vida” (2013).

Catarina Furtado é médica e lésbica em "Os Filhos do Rock" (vídeos)

A série de culto ao rock da RTP1 tem sido elogiada por muitos, apesar do seu horário tardio nas noites de sábado. Com nomes como Albano Jerónimo, Ivo Canelas, Dalila Carmo ou Isabel Abreu no elenco, juntou-se-lhes nos últimos episódios a presença de Catarina Furtado, a apresentadora da estação pública, para fazer um papel no mínimo inesperado.

Facebook compara esta foto a nudez e pornografia

Carlotta Trevisan, uma italiana de 28 anos, queria assinalar o Dia Internacional contra a Homofobia e Transfobia no seu perfil de Facebook com uma foto de duas mulheres a beijarem-se, mas acabou envolvida numa polémica já de dimensão internacional.

O beijo de Rita Pereira e Leonor Seixas

A actriz Rita Pereira partilhou um vídeo em que aparece a beijar na boca Leonor Seixas. As actrizes estão a participar nas gravações do filme "Sei Lá", realizado por Joaquim Leitão, baseado no livro homónimo de Margarida Rebelo Pinto. O beijo dura apenas uns segundos. O vídeo foi divulgado através da conta de Instagram de Rita Pereira.

O beijo de Maria Gadú e da sua mulher

 

Uma foto da cantora brasileira Maria Gadú a beijar Lua Leça foi publicada na rede social Instagram. “Minha mulher! Quem se incomodar se retire... a vida é de alegrias sem remendo!”, escreveu Lua Leça naquela rede social, onde disponibilizou a foto aos seus seguidores.

 

 

Beijo lésbico dos protestos em Itália já é viral nas redes sociais

São várias as imagens e os vídeos das multidões, protestos e confrontos que a greve geral deste 14 de Novembro desencadeou em vários países. A página World Riots 24/h, que tem como objectivo documentar de forma visual os protestos que decorrem em várias cidades, partilhou uma imagem de duas manifestantes que se beijaram esta tarde em Turim (Itália) frente a um cordão policial.

Foto de duas raparigas a beijarem-se num protesto anti-gay em França torna-se viral (com vídeo)

Uma fotografia de duas raparigas a beijarem-se em frente a um grupo de manifestantes anti-gay em Marselha, França, está a proliferar nas redes sociais. A foto da autoria de Gérard Julien/AFP foi partilhada no Twitter e no Facebook milhares de vezes logo nas primeiras horas.

 

Casal de lésbicas dá o primeiro beijo na história da Marinha norte-americana (com vídeo)

Duas cadetes da Marinha norte-americana tornaram-se no primeiro casal de lésbicas a dar o tradicional “primeiro beijo” de regresso a casa desde que os EUA puseram fim à medida “Não perguntes, não digas" (Don't ask, don't tell), que proibia os homossexuais assumidos de servirem nas forças armadas.

 

Beijo lésbico leva a expulsão de equipa de futebol no Equador

A comemoração de golo com um beijo levou a um “cartão vermelho directo” para um clube que integrava uma liga de futebol local no Equador. O clube feminino, cultural e desportivo de Guipúzcoa foi expulso da Liga la Floresta, depois de duas jogadoras da mesma equipa se terem beijado em Julho do ano passado.

As jogadoras denunciaram o caso em tribunal, que esta semana  deliberou a seu favor, mas as jogadoras temem pela sua integridade se voltarem a jogar nesta Liga.

“O juíz pronunciou-se a favor da equipa de Guipúzcoa, mas não mencionou nada no que respeita à indemnização de direitos nem nada sobre uma eventual protecção. Entendemos que com estas condições ainda não podemos voltar a jogar, disse em entrevista à agência EFE, Karen Barba, presidente do clube.

Além disso, existe neste momento uma campanha de “ódio e repúdio” contra as jogadoras que está a ser levada a cabo pelos órgãos dirigentes da Liga la Floresta, que apelaram da sentença.

O advogado da Liga, Félix Zambrano, argumentou que a decisão do juíz é “errónea”  porque parte do pressuposto que as jogadoras foram expulsas devido à sua orientação sexual, quando foram suspensas por ter um comportamente que “atenta contra a moral e os bons costumes”, contrário aos estatutos da Liga.

“Não é só um beijo ou um abraço dado com afectividade, o inconveniente é causado quando as meninas acariciam as partes íntimas em frente as crianças, jovens e adultos, actos opostos à moral e aos bons costumes da Liga la Floresta”, sentenciou o juiz.

Por entenderem que os seus direitos foram sistematicamente violados as jogadoras saíram às ruas da capital, Quito, para reivindicar a sua posição. Ao ritmo de apitos e tambores, com as caras pintadas como guerreiras, quiseram parodiar o “futebol competitivo e agressivo dos homens”, disse a criadora da coreografia Cayetana Salau, que acrescentou que esta acção serviu para reclamar que o futebol também pode ser “afectuoso, lésbico e feminino”.

Este caso é só a ponta do icebergue daquilo que acontece no quotidiano das lésbicas equatorianas disse a representante da equipa de futebol, que nomeia ainda situações como o arrendamento de casas ou médicos que não estão sensibilizados para fazer consultas a lésbicas.

Uma das jogadoras, Ani Barragán, afirma que esta discriminação resulta da falta de informação e educação, bem como da pressão exercida pela igreja e por uma sociedade patriarcal e machista que “exercem violência e pressão diária contra as mulheres e em especial contra as lésbicas”.

Outra jogadora acrescenta que é mais bem melhor visto um homem a urinar na rua do que uma rapariga que demonstre sinais de afecto com outra.

As jogadoras denunciam ainda a existência de supostas “clínicas” de “normalização” e de “deshomossexualização”. Karen Barba diz que “nestas clínicas se violam os Direitos Humanos, as mulheres lésbicas, assassinam transexuais, com a protecção das autoridades, e isso parece-nos muito grave.”

 

Já segues o dezanove no Facebook?

SIC não censura beijo lésbico (vídeo)

 

 

No passado dia 22 de Julho, a novela Lua Vermelha da SIC incluiu um beijo lésbico depois de Luísa declarar o amor a Rita. A cena foi para o ar uma semana antes de ser conhecida a carta de protesto de 10 colectivos contra a decisão da TVI em não exibir um beijo entre duas personagens masculinas da série Morangos com Açúcar. Já antes, outra novela da SIC, a Podia Acabar o Mundo mostrou um beijo entre as personagens Cláudia e Sónia, interpretadas por Diana Chaves e Ana Guiomar. A TVI, a propósito do caso Morangos com Açúcar, referiu que “não podemos deixar de considerar fortemente irónico que sejam exactamente a TVI e a Plural que tanto têm feito, por vezes sozinhas, pela abordagem sensata e aberta de temas mais incómodos para a sociedade portuguesa, a serem considerados responsáveis de ‘retrocesso civilizacional’, o que refutamos liminarmente”. E acrescenta que tanto o canal como a produtora Plural não abdicam do “direito, nem fogem da sua responsabilidade, de serem o último decisor em relação ao conteúdo das suas emissões no pleno exercício da sua liberdade artística e editorial”. Aparentemente, a estação de Queluz não pretende, tão cedo, exibir um beijo entre dois homens ou duas mulheres.