Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Bem-vindo, Paulo Rangel! Agora, um pedido de desculpas

Banner_Opinião_JB.png

O próprio conceito de Democracia [dēmokratía: demos (Povo) + kratos (Poder) = o poder do Povo] implica a ideia de que o poder político deriva da vontade popular - isto é, que o poder político segue a vontade popular. 

 

Um olhar sobre a androginia

banner opiniao_Miguel Rodeia (1).jpeg

O filósofo e pesquisador brasileiro Ali Prando explica que a androginia é uma identidade e expressão de género que está relacionada com uma mistura de particularidades que correspondem a masculinidade e a feminilidade, unidos num só corpo.

 

Estereotipar é um acto de censura

miguel máximo

Desde que me recordo que tenho contacto com estereótipos de género. As típicas frases de “azul é para os meninos e rosa é para as meninas”, “os meninos brincam com carros e as meninas com bonecas”, “os rapazes não choram”. Estes são apenas três meros exemplos e poderia passar este artigo todo a enumerar outros tantos que ouço desde que tenho memória, mas esta questão não se trata unicamente da minha experiência pessoal.

 

O que está a mudar na nossa Sexualidade?

Susana Jones

A propósito do livro “The New Sexual Landscape and Contemporary Psychoanalysis” de Danielle Knafo and Rocco Lo Bosco (2020), que nos fala, para além de muitos outros temas, de novas perspetivas e mudanças no âmbito da sexualidade e da nossa relação com o sexo, gostaria de vos trazer algumas ideias para reflexão.

 

 

E agora!? Depois das restrições

banner opiniao_Miguel Rodeia.png

Poucos de nós imaginámos viver um tempo parecido com o que esta pandemia e a suas consequências nos trouxeram, como os meses de isolamento e ansiedade.
Mas muitos de nós gastámos muito tempo a imaginar o que vai acontecer no amanhã, seguir e recomeçar num mundo de todos desconhecido.
O mundo mudou e nós também. 

 

 

Nomenclaturas na comunidade LGBTQI+

banner opiniao_Miguel Rodeia.png

Ultimamente, tenho sido confrontado por pessoas jovens a pedirem a minha opinião se são isto ou mais aquilo, se se enquadram na comunidade LGBTQI+ ou não. Na sua maioria muito jovens, numa confusão completa com as suas pesquisas na internet a tentarem enquadrar-se numa qualquer definição, muita vez necessária para a sua própria aceitação.

“Teologia queer? O Cristianismo é dxs marginalizadxs”

teologia queer

Há dias disseram-me que arrisco entrar com a escada toda dentro da Igreja Católica, que recuso subir degrau a degrau, que entro com a minha comunidade sentando-me na fila da frente com os olhos a brilhar – o Cristianismo é dxs marginalizadxs, dxs prostitutxs, dxs pobres e dxs que sofrem. Não me dêem menos que isto, não aceito outra Ceia.