Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Dark rooms: cultura LGBTQI+ às escuras?

Carlos Marinho opinião.png

Muito antes do Manhunt, do Grindr, do Scruff, ou do Tinder redefinirem as possibilidades de articulação entre homens gays, já os dark rooms – e outros espaços de cruising (saunas, bares, drag balls, discotecas) – existiam como espaços de construção de cultura, de fomento político-ideológico, e de resignificação das identidades LGBTQI+.

 

Conhece os seis restaurantes gay friendly no Porto

Porto Gay Guide Bolinhos de Bacalhau.jpg

Assumir um compromisso público com a igualdade de tratamento com todo o tipo de casais é algo ainda tímido em Portugal. Mais ainda se falarmos de estabelecimentos que não dirigem a sua actividade maioritariamente para o segmento LGBTI, como é o caso das saunas, bares e discotecas.

O guia Porto Gay Circuit apresenta seis propostas de restaurantes onde podemos jantar ou petiscar com a nossa namorada ou namorado sem medo de sermos discriminados ou nos sentirmos retraídos.  Fomos saber mais:

 

Novo guia LGBTI do Grande Porto

guia Porto Gay Circuit 2019.jpeg

Já está diponível a edição 2019 do guia Porto Gay Circuit. Conta com 33 parceiros entre discotecas, bares, hotéis, restaurantes, lojas, serviços turísticos, saunas, entre outros consolidando assim o Grande Porto como um destino LGBTI friendly em Portugal.

 

 

Quantos preferem bares, discotecas, restaurantes, hotéis e praias LGBTI ou gayfriendly?

Comércio gay LGBTI.jpg

Quase metade dos das pessoas LGBTI portuguesas (47,1 por cento) frequenta bares ou discotecas em Portugal dirigidas ao público LGBTI. Esta é uma das conclusões do inquérito aos Hábitos de Turismo e Lazer de Pessoas LGBTI Portuguesas, promovido pelo dezanove.pt, em parceria com os guias Lisbon e Porto Gay Circuit.

 

 

A oferta LGBTI é determinante para escolha do destino de férias?

gay beach.jpg

A oferta de locais ou serviços dirigidos ao público LGBTI não é determinante para que as pessoas LGBTI portuguesas marquem férias, segundo o inquérito aos Hábitos de Turismo e Lazer de Pessoas LGBTI Portuguesas, promovido pelo dezanove.pt, em parceria com os guias Lisbon e Porto Gay Circuit.

 

 

Estudo: Lisboa é mais competitiva, Porto pode crescer mais

Turismo LGBTI Lisboa Porto Algarve Portugal Gay Gu

O Inquérito aos Hábitos de Turismo e Lazer de Pessoas LGBTI Portuguesas identificou várias oportunidades para o crescimento de serviços ou negócios associados à comunidade LGBTI.

 

 

Estudo: As marcas mais gayfriendly em Portugal

Marcas LGBTI Friendly de Portugal.jpg

Marcas ou serviços que tenham uma postura gayfriendly e inclusiva são privilegiados pela comunidade LGBTI portuguesa. Esta é uma das conclusões do primeiro Inquérito aos Hábitos de Turismo e Lazer de Pessoas LGBTI Portuguesas, promovido dezanove.pt, em parceria com os guias Lisbon e Porto Gay Circuit. Participaram 1414 pessoas que se identificam como lésbicas, gays, bissexuais, transgénero ou intersexuais (LGBTI), maiores de 18 anos e que vivem em Portugal.

 

 

Primeiro grande inquérito aos hábitos de lazer e turismo LGBTI em Portugal

turismo.jpeg

Quais os hábitos de lazer e turismo das pessoas LGBTI em Portugal? Frequentam bares ou discotecas? Vão a praias gayfriendly? Estão atentas a eventos LGBTI? Estas são algumas das questões de um inquérito online que demora três minutos a responder.