Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

Em Portugal e no Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Nuno Tomaz dos Santos: "Pode-se viver muito e muitos anos com infecção VIH ou SIDA, desde que se queira viver e se cumpra a toma da medicação suposta"

Nuno.jpeg

Ainda a propósito do Dia Mundial de Luta Contra a Sida fomos falar com o Nuno, uma das 10 pessoas que deram a cara pela campanha "Sou VIH+ e Vísivel".

"Untitled. The Abortion Pastels" para ver e reflectir em Vila do Conde

Numa sociedade que é difícil ser uma pessoa trans, imagine-se ser gestante e trans e querer abortar

the abortion pastels

O patriarcado, a misoginia, e a cisheteronormatividade têm impactos nos vários níveis da sociedade portuguesa, sendo de destacar os seus efeitos nos serviços de saúde de mulheres, pessoas não-binárias e trans.

Por que é que a tecnologia censura o conteúdo relacionado com saúde sexual e menstrual? 

saúde sexual

São muitos os temas de saúde sexual e menstrual censurados pelo universo das tecnologias. Contudo, os media sociais têm estado cada vez mais abertos a abordar estes assuntos, promovendo a discussão em torno de temáticas como as dores menstruais ou as doenças crónicas. 

Squirting: ejaculação feminina ou apenas xixi? 

squirting

Squirting, mais formalmente conhecido como ejaculação feminina, é um dos aspectos menos pesquisados e mais controversos do prazer feminino. Foi registado na história há mais de 2000 anos como o fenómeno da ejaculação feminina, mas a sua existência é amplamente debatida. 

A partir de hoje já é possível agendar a vacina preventiva contra o Monkeypox

monkeypox vacina

A Direcção-Geral da Saúde definou no passado dia 20 quais os grupos prioritários para vacinação preventiva contra a Monkeypox. A partir desta semana as pessoas que integram estes grupos já podem agendar a vacinação preventiva, desde que tenham indicação médica prévia.
 

Activistas exigem maior acesso às vacinas contra o vírus Monkeypox

Monkeypox: Organizações da Sociedade Civil enviam apelo ao Ministério da Saúde, DGS e INFARMED

monkeypox portugal

25 associações de defesa dos direitos das pessoas LGBTI+, pessoas trabalhadoras do sexo, associações dedicadas à saúde pública entre grupos de pessoas vulneráveis, à saúde reprodutiva e sexual e à prevenção e tratamento de IST’s, e associações feministas, assinam hoje uma carta endereçada ao Ministério da Saúde, à Direcção Geral de Saúde e ao INFARMED, a apelar a uma acção célere e eficaz na contenção do vírus da Monkeypox, presente em Portugal desde Junho de 2022.
 
 

Estigmação das pessoas LGBTI:  A varíola dos macacos não 'escolhe' os homossexuais, mas sim"comportamentos de risco" 

gay couple.jpg

Lacerda Sales, secretário de Estado Adjunto da Saúde afirmou esta sexta-feira, no Porto, que o vírus da varíola-dos-macacos (Monkeypox) é “uma doença de comportamentos de risco” e não de “grupos de risco”, à qual todos estão sujeitos, e que os casos confirmados em Portugal “estão todos estáveis” faz saber o jornal Público. Neste momento há já 23 casos confirmados em Portugal.
 

O que é feito dos nossos idosos LGBTI?

idosos lgbti

É um facto inquestionável que todos envelhecemos. Paradoxalmente, esta sociedade, cada vez mais envelhecida, discrimina os idosos. Considerando ainda o pouco respeito pela diversidade sexual e afectiva, as pessoas idosas LGBTI estão no epicentro de várias formas de discriminação.

 

Ensinar a inclusão aos futuros profissionais de Saúde

saúde lgbtqia+

"Sentes que a prática da medicina ainda é pouco inclusiva e muitas vezes discriminatória?"
"Assistes à sub-representação e desinformação acerca de várias comunidades, como a comunidade LGBTQIA+, na educação médica e na prática clínica?"
"Sabes que é o teu dever informares-te, saberes mais e lutar por um futuro mais justo e equitativo na medicina?"

Por uma educação médica de qualidade, inclusiva e livre de discriminação LGBTI

3.png

Foram aprovadas esta quarta-feira, 6 de Outubro, em Assembleia da República, propostas legislativas que combatem a  discriminação para com dadores de sangue, com base na sua orientação sexual ou identidade de género. Ficou claro, que não há sangue de primeira ou de segunda, e que comportamentos de risco não são  dependentes da orientação sexual de uma pessoa. No entanto, não é suficiente. 

 

 

“A saúde trans não pode ser um rodapé nem um manual de boas práticas”

vacina covid 19 trans janssen.jpg

Nas últimas semanas temo-nos deparado com casos de constrangimentos de acesso à vacinação por parte de pessoas trans, sobretudo, por não existirem estudos suficientes sobre os riscos da vacina Janssen nestas pessoas. Sabe-se que esta vacina não é recomendada de ser administrada a mulheres cis com menos de 50 anos.