Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Japão: Shibuya prepara-se para reconhecer casais do mesmo sexo

foto retirada de japantimes_ gay pride tokyo 2014.

Shibuya, um município de Tóquio anunciou na passada quinta-feira que tenciona emitir certificados de “parceria” a casais do mesmo sexo, tornando-se assim o primeiro município a reconhecer uniões de facto entre casais do mesmo sexo – mesmo que apenas simbolicamente, uma vez que a legislação do país ainda não o permite.

 

 

Irlanda: casamento entre pessoas do mesmo sexo deverá ser antecipado de referendo à Constituição

Os irlandeses deverão ser convocados para expressarem através de referendo sobre uma eventual alteração da Constituição, tal como determina a legislação da Irlanda.

Censos: Não se vai saber quantas uniões de facto de casais do mesmo sexo existem em Portugal

O Instituto Nacional de Estatística (INE) vai ser obrigado a eliminar duas perguntas do Censos 2011, avança o semanário Sol. Em causa está uma pergunta do Questionário de Família sobre se uma pessoa tem uma relação em união de facto com um parceiro do mesmo sexo ou de sexo diferente e se reside com esse parceiro. A outra pergunta que está a levantar polémica pede a cada cidadão que indique o nome e o sexo das pessoas que, não sendo residentes no seu alojamento, aí estavam presentes no dia 21 de Março. A Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) considera que a informação tratada nessas duas perguntas é "sensível" e referente à "esfera privada". O INE não poderá registar, nas suas bases de dados, as informações recolhidas através dessas duas perguntas. Com esta decisão invalida-se a possibilidade de saber quantos casais do mesmo sexo vivem em união de facto em Portugal.

Facebook adiciona união civil e união de facto ao estado civil

Versão residente Portugal

Os utilizadores do Facebook têm agora mais duas opções para descrever o seu estado civil. Num gesto que pretende demonstrar a inclusão da comunidade gay, o Facebook adicionou na passada quinta-feira estas duas opções, uma medida que foi aplaudida pelos grupos de defesa dos direitos LGBT.