Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Um alerta para a violência doméstica em tempos de confinamento (com vídeo)

spot.jpg

Nem tudo tem de ficar entre quatro paredes. É esta a mensagem da campanha online criada pela Feminismo sobre Rodas, em parceria com a Filtro, EIR - Emancipação, Igualdade e Recuperação - UMAR e o Projeto Viva da UMAR.

 

“Existem diversas estruturas de apoio às vítimas de violência, e não podendo sair de casa, pusemos em prática um estratégia de ampla divulgação para que essa informação chegue o mais longe possível”, referem as responsáveis pelo projecto que resultou num vídeo que está a ser partilhado nas redes sociais. O objectivo é que as vítimas de violência doméstica não silenciem as situações que estão a viver em tempos de confinamento pelo covid-19. 

“Sabemos que a violência doméstica é o crime que mais mata em Portugal e todas as mulheres são sujeitas ao longo da sua vida a diferentes formas de violência de género. As medidas de confinamento que levam ao distanciamento físico de redes de apoio (familiares, amigas/os, organizações, etc); a escalada de conflitos em casa; o peso da gestão diárias dos cuidados da casa, dos/as filhos/as e/ou de outras pessoas dependentes; a perda de rendimentos e a insegurança financeira; são alguns dos factores que aceleram as situações de agressão física, psicológica e sexual, entre quatro paredes, sobretudo, nos grupos que socialmente estão mais sujeitos à violência estrutural: mulheres, crianças, pessoas LGBT+ e pessoas mais velhas”, justificam. Vê e partilha a campanha.