Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Festas com objectivo de propagar propositadamente o VIH (com vídeo)

Festas do Carimbo VIH SIDA Brasil AIDS.jpg

Se na altura em que a falta de informação pode ter levado a uma maior propagação do VIH, hoje em dia as campanhas de prevenção sobre o VIH são em maior número e a propagação do vírus deveria ser inversamente proporcional. Não é o caso como mostra uma nova moda no Brasil.

Chamam-se “Festas do Carimbo” e têm o intuito de infectar propositadamente jovens homossexuais com VIH.

O procedimento é simples: Um convite recebido através da internet para uma festa gay. A organização está cargo de pessoas com VIH que pretendem fazer uma orgia, mas usam o termo “festa”. A festa pode acontecer em casas particulares ou motéis. O uso de preservativo é referido em alguns casos como facultativo e nas festas em causa há quem faça propostas de sexo sem qualquer protecção (também conhecido como bareback) ou com preservativos danificados, sem que tal seja do conhecimento de todas as pessoas envolvidas.

Quem adere às festas do carimbo e está apenas a um passo de poder cair no mesmo erro daqueles que preterem uma vida de sucesso a viver com a doença e optam por um caminho de vingança. As vítimas acabam por ser aquelas que mantêm relações sexuais sem qualquer tipo de precaução (ou com uma protecção danificada) e colocam a vida numa roleta russa.

Assiste à reportagem da TV Record onde é ainda mencionado o tipo de moldura penal a aplicar para este tipo de crime no Brasil:

 

Pedro Ferreira

6 comentários

Comentar