Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

Em Portugal e no Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

"Um Plano Secreto Brilhante" de Benjamin Dean

um-plano-secreto-brilhanteBI72624-scaled.png

“— Só estou... Não sei bem como é que se faz isto. Fazer a nossa própria Marcha, quero dizer. Encolhi os ombros e tentei não parecer embaraçada, mas o Norman fez-me sinal para que me deixasse disso, o que me fez sorrir. — Que disparate! Não precisam de muito. Tudo o que precisam é de querer fazê-la. Querem? - Todos anuímos, e o Norman levantou as sobrancelhas com um único aceno de cabeça, como se o caso estivesse encerrado. — Bem, aí está! É assim que se começa! Estas Marchas do Orgulho que se vêem por todo o mundo, sim, a maior parte delas são enormes e caras, mas no início o objectivo nunca foi esse. A Marcha do Orgulho era sobre defender aquilo em que se acredita. Tratava-se de defender os direitos de toda a gente, independentemente de quem são e de quem amam. Era sobre protestar e dizer às pessoas: «Estamos Fartos da forma como tratam a nossa comunidade e não o vamos tolerar mais!»”

- Benjamin Dean, Um Plano Secreto Brilhante (Booksmile, 2024)

 

"A Doença como Metáfora e A Sida e as Suas Metáforas" de Susan Sontag

300x (1).jpg

“A DOENÇA É O LADO SOMBRIO DA VIDA, uma cidadania bem pesada. Ao nascer, todos nós adquirimos uma dupla cidadania: a do reino da saúde e a do reino da doença. E muito embora todos preferíssemos usar o bom passaporte, mais tarde ou mais cedo cada um de nós se vê obrigado, ainda que momentaneamente, a identificar-se como cidadão da outra zona. O meu propósito não é tanto descrever o que significa realmente emigrar para o reino da doença e aí viver, mas antes as fantasias punitivas ou sentimentais que se constroem acerca dessa situação: não uma geografia real, mas antes estereótipos de carácter nacional. O meu tema não é a doença física em si, mas o uso que se faz da doença como figura ou metáfora.”

- Susan Sontag, A Doença como Metáfora (Quetzal, 2023)

 

"Ovnis, Monstros e Utopias: Três Curtas Queer" nos cinemas a 20 de Junho

unnamed (17).jpg

"Ovnis, Monstros e Utopias: Três Curtas Queer", sessão composta pelas mais recentes curtas-metragens dos realizadores Joana de Sousa, Ricardo Branco e André Godinho, estreia nas salas de cinema portuguesas no dia 20 de Junho.

 

Encontro com a escritora Aurora no Festival da Língua e da Liberdade na Cidade - Felicidade

aurora.jpg

O Dia Mundial da Língua Portuguesa celebra-se todos os anos a 5 de Maio. Um dia que celebra a projecção da quarta língua mais falada no mundo. Com mais de 260 milhões de falantes a língua portuguesa é língua oficial em países como Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Eleições Europeias e as pessoas LGBTI+: Análise ao programa eleitoral do VOLT Portugal

Depositphotos_407873466_L.jpg

O Volt, partido pan-europeu, propõe uma abordagem unificada, federal e democrática para maximizar o potencial europeu. Nestas eleições europeias, o Volt apresenta um programa eleitoral com o subtítulo “Faz-te ouvir na Europa” centrado em três eixos principais: desenvolvimento económico, transição climática e promoção da paz. Reconhecendo os desafios enfrentados pelo projecto europeu, como guerras próximas, a crise climática e a pobreza, o partido propõe um fortalecimento da UE para uma prosperidade sustentável.

 

 

Eleições Europeias e as pessoas LGBTI+: Análise ao programa eleitoral da Iniciativa Liberal

Foto: https://depositphotos.com/pt/

A Iniciativa Liberal (IL) é um partido político português de índole liberal, que defende a liberalização económica, política e cultural. Fundado em 2017, concorreu às suas primeiras eleições nas europeias de 2019. O espectro político da IL é definido como sendo de direita ou centro-direita. João Cotrim Figueiredo é o cabeça de lista a estas eleições europeias.

 

 

Eleições Europeias e as pessoas LGBTI+: Análise ao programa eleitoral do Movimento Alternativa Socialista (MAS)

Foto: https://depositphotos.com/pt/

A candidatura do Movimento Alternativa Socialista (MAS) às eleições europeias de 2024 é encabeçada por Gil Garcia, um dos fundadores do partido e apresenta-se como uma candidatura contra os grandes interesses e poderes económicos instalados, com uma forte representatividade de luta sindical e uma maioria de candidatas mulheres. 

 

 

Eleições Europeias e as pessoas LGBTI+: Análise ao programa eleitoral do Reagir Incluir Reciclar (RIR)

Depositphotos_407873466_L.jpg

Fundado em 2019, o Partido Reagir Incluir Reciclar (RIR) participa pela primeira vez nas Eleições Europeias com uma lista encabeçada por Márcia Henriques, presidente do partido desde 2022. Na lista, seguem-se Vitorino Silva, popularmente conhecido como “Tino de Rans” e fundador do partido, e Liana Reis, coordenadora regional da Madeira.