Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

Em Portugal e no Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

"A Doença como Metáfora e A Sida e as Suas Metáforas" de Susan Sontag

300x (1).jpg

“A DOENÇA É O LADO SOMBRIO DA VIDA, uma cidadania bem pesada. Ao nascer, todos nós adquirimos uma dupla cidadania: a do reino da saúde e a do reino da doença. E muito embora todos preferíssemos usar o bom passaporte, mais tarde ou mais cedo cada um de nós se vê obrigado, ainda que momentaneamente, a identificar-se como cidadão da outra zona. O meu propósito não é tanto descrever o que significa realmente emigrar para o reino da doença e aí viver, mas antes as fantasias punitivas ou sentimentais que se constroem acerca dessa situação: não uma geografia real, mas antes estereótipos de carácter nacional. O meu tema não é a doença física em si, mas o uso que se faz da doença como figura ou metáfora.”

- Susan Sontag, A Doença como Metáfora (Quetzal, 2023)

 

Desistir não é um verbo a conjugar

banner opiniao_pp.png

O invisível não é reconhecido a olho nu. Houve um tempo em que armas eram somente um desejo. A batalha contra o inimigo invisível estava perdida. Estamos nos anos 90. O espelho não reconhece o teu corpo. As roupas caem das molas dos teus braços. Definhas. Vai correr tudo bem. Digo-te. Vai correr tudo bem. Existem poucas armas. A certeza é somente um poema. Mas a batalha continua. Está um frasco de álcool pousado na bancada da cozinha. Olho-te. Sinto-me sujo. Dizes. Sinto-me sujo. As nossas lágrimas dançam juntas em silêncio. Estou estragado. Dizes. Estou estragado. Um papel branco pousa sobre a mesa. 

 

 

VIH não é transmissível por pessoas em tratamento: GAT e SER+ lançam nova campanha de sensibilização

645411da-d982-4e06-b332-67c6c79b3662.jpeg

Cinco histórias reais registadas em vídeo dão corpo à nova campanha do CAD - Centro Anti-Discriminação VIH e Sida (GAT e SER+), que tem como objetivo dar a conhecer a evidência científica de que pessoas que vivem com VIH não transmitem o vírus quando estão em tratamento, por terem carga viral indetectável.

Fim da exclusão de pessoas com VIH, trans e não-binárias no serviço militar e nas Forças Armadas em Portugal

IMG_20231101_094303.jpg

Mais de duas décadas passadas desde a última aprovação das tabelas de inaptidão e incapacidade para a prestação de serviço por militares das Forças Armadas, estabelecidas pela Portaria n.º 709/99, de 7 de Setembro, foram finalmente aprovadas as novas tabelas gerais de aptidão e de capacidade para a prestação de serviço por militares e militarizados nas Forças Armadas e para a prestação de serviço na Polícia Marítima.

Grande Porto: Pede o teu auto-teste ao VIH, é grátis, anónimo e confidencial

autoteste vih

A APDES é uma ONGD fundada em 2004 com o propósito de realizar intervenções que visem a melhoria do acesso à saúde, emprego e educação de comunidades e públicos em situação de vulnerabilidade, como utilizadores de drogas, trabalhadores do sexo, pessoas em situação de sem abrigo, migrantes, crianças e jovens em situação de acolhimento.
 

 

O que é que preservativos e fado têm em comum?

O Dia Internacional do Preservativo com actuação das Fado Bicha, numa iniciativa GAT e AHF

condoms gay lube

Dia 13 de Fevereiro, no Largo do Intendente, Lisboa, será assinalado o Dia Internacional do Preservativo com animação, distribuição de preservativos e rastreios rápidos e anónimos ao VIH, sífilis, hepatite B e hepatite C. Tudo grátis. As actividades começam pela manhã e só terminam ao fim da tarde.
O GAT junta-se à sua parceira internacional AHF organizando em Lisboa um dos vários eventos comemorativos “Sempre na Moda”, que ocorrerão simultaneamente em 45 países, para destacar a importância de ajudar as pessoas a assumirem o controlo da sua saúde através do acesso gratuito e universal à educação sexual e a métodos de prevenção como o preservativo.
 

Ricardo Falcato: "A infecção não mata, mas a discriminação sim"

ricardo falcato

O Dia Mundial de Luta Contra a Sida já passou, mas continuamos a dar destaque a este assunto. Fomos falar com o Ricardo, uma das 10 pessoas que deram a cara pela campanha "Sou VIH+ e Vísivel".

Eu tenho VIH, mas não é a infecção que me define.

Acerca de estigmas

estigmas gays

Esta semana decidi reflectir e escrever um pouco acerca de estigmas e slut-shaming dentro da comunidade gay masculina. (Isto com a quase-certeza de que é algo que também acontece dentro das outras letras do nosso arco-íris, mas como só tenho conhecimento do se passa na letra G, não vou extrapolar, mas deixo o convite aos leitores que fazem parte das outras letras a dar o seu contributo).

 

 

Nuno Tomaz dos Santos: "Pode-se viver muito e muitos anos com infecção VIH ou SIDA, desde que se queira viver e se cumpra a toma da medicação suposta"

Nuno.jpeg

Ainda a propósito do Dia Mundial de Luta Contra a Sida fomos falar com o Nuno, uma das 10 pessoas que deram a cara pela campanha "Sou VIH+ e Vísivel".

Emanuel Caires: "Senti que o VIH me ia roubar sonhos, mas a verdade é que eles continuaram comigo"

Emanuel Caires vih

A propósito do Dia Mundial de Luta Contra a Sida fomos falar com Emanuel Caires, uma das 10 pessoas que deram a cara pela campanha "Sou VIH+ e Vísivel".