Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Centenas marcharam pela Visibilidade Trans em Lisboa e Porto. Em Lisboa recusou-se hastear bandeira

IMG_20220331_183602_126.jpg

Esta quinta-feira, 31 de Março, celebrou-se o Dia da Visibilidade Trans. Em Lisboa e Porto centenas saíram às ruas reivindicando mais visibilidade, mais Saúde e menos estigmatização.

 

Os conteúdos LGBTI, feministas e anti-racistas do Festival Política dedicado à desinformação

ALCINDO festival política

São quatro dias de debate e combate à "Desinformação", com o humor de Hugo Van der Ding, a fotografia de Pauliana Valente Pimentel, a estreia do novo documentário de Tiago Pereira dedicado à música cigana, e mais de duas dezenas de propostas de filmes, debates, conversas e cara-a-cara com deputados. A sexta edição do Festival Política decorre entre 21 e 24 de Abril no Cinema São Jorge, em Lisboa.

 

Colombina Clandestina, um carnaval cheio de Graça, feminista, negre e queer

© Foto Raquel Pimentel

O Grito de Carnaval foi em Alfama, no beco de São Miguel, ali onde há seis anos começou o Bloco da Colombina Clandestina, o bloco de Lisboa, que leva a luta e a festa às ruas, lugares de encontro e resistência. Corpos negres, queer, feministas e antirracistas numa cidade em ambiente pós-colonial. No Panteão gritou-se contra Putin e a sua invasão à Ucrânia, no Coreto da Graça foi a “Luz de Tieta” que iluminou o lançamento do single “Histérica e Louca” de autoria de Heidy, a voz da Colombina, Puta da Silva, a voz da negritude trans e Alexa, palavras do feminismo anti-racista e descolonial. 

 

Marcha Internacional das Mulheres volta a percorrer as ruas do país

rede 8 março.jpg

Está convocada para dia 8 de Março uma nova Marcha Internacional das Mulheres no nosso país. A convocatória partiu da Rede 8 de Março no Porto. O mote é: “Por mim, Por ti, Por todas, pelas nossas Companheiras”.

 

Alma: "Seria lindo ser uma referência para a comunidade LGBTI+, pois é a minha Família

alma

Alma é um artista emergente do nosso país. Mudou de vida e agora inspirado na Natureza procura transmitir-nos o que lhe vai na alma quando está em cima do palco. Fomos conhecê-lo melhor para assim o dar a conhecer a quem nos segue. Estas foram as respostas que o seu coração sentiu que queria dar.