Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Que Europa LGBTQI+ é esta?  

“Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos.” Art. 1º, Declaração Univ

no homofobia.jpg

Celebra-se hoje, em Portugal e por todo o mundo, o Dia Internacional contra a  Homofobia, a Transfobia e a Bifobia (IDAHOTB). Um dia que relembra a remoção da  Homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças (CID) enquanto tema  relativo aos “Transtornos Mentais”. 

De Memória dá a conhecer a história das lutas feministas e pelos direitos LGBTQIA+ em Portugal

IMG_20220419_210033.jpg

Se é verdade que só conhecendo a nossa história conseguimos compreender o presente, também é verdade que existem poucas iniciativas de síntese da história nacional dos movimentos feministas e, em particular, de luta pelos direitos LGBTQIA+.

Por falar em "Teoria/Ideologia de género"…

Ideologia de Género

Nos últimos anos temos assistido a um crescente debate público sobre a “teoria de género” e “ideologia de género”, dois conceitos que mostram inquietação no seu entendimento, tendo recentemente sido apropriados por um discurso político aliado à moral religiosa que se recusa a reconhecer os conceitos de género e sexo como construções políticas e culturais.

INDEX ebooks: 10 anos a editar literatura LGBTQ+ em português

 

INDEX ebooks lgbt

A INDEX ebooks está a celebrar 10 anos de edições de literatura LGBTQ+ em português. Ao longo de 10 anos a editora especializada em ebooks de literatura de temática LGBTQ+ em língua portuguesa a preços baixos publicou 70 livros de 40 autores diferentes que tiveram quase 500 mil downloads em todo o mundo.

 

 

Pessoas homossexuais cada vez mais em perigo no Senegal

 Senegal gays

Milhares de pessoas manifestaram-se no passado domingo, 20 de Fevereiro, em Dakar para exigir um reforço da repressão da homossexualidade no Senegal, após a recente rejeição pelo Parlamento de um projecto de lei que endurecia as medidas já existentes e que violam os direitos dos homossexuais.

Direitos LGBTI: Sem direitos, sem fundos europeus

Marco Graça

Foi no passado dia 16 de Fevereiro que o Tribunal de Justiça Europeu decretou que “os valores da UE”, como o estado de direito, “definem a identidade da União Europeia como ordem legal” e denunciou países que vêem estes valores como algo ao qual só precisam de aderir enquanto membros candidatos e que podem futuramente negligenciar.

 

 

Pela Paz na Ucrânia: As vozes que se levantam contra a agressão do governo russo

we stand with ukraine

Ao longo de vários anos acompanhamos a situação dos Direitos das pessoas LGBTI+ na Ucrânia e na Rússia. São mais de 260 menções aos dois países em quase 12 anos de dezanove.pt.

Apesar da retórica anti-LGBTI, a Europa está determinada a combater o ódio

Calendário LGBTI 2022.jpg

Um relatório da principal organização LGBTI na Europa, a ILGA Europe, conclui que, apesar do aumento na retórica oficial anti-LGBTI, alimentando uma onda de crimes de ódio em todos os países da Europa, há uma crescente determinação institucional para combater o ódio e a exclusão.

Direitos LGBTI+ e a nova configuração do Parlamento. Quem entra, quem sai e os perigos desta legislatura

eleições legislativas LGBTI+

O PS foi o partido mais votado nas eleições legislativas deste Domingo, obteve 41,68% dos votos e  conquistou a maioria absoluta. Mesmo faltando a contabilização dos votos dos consulados, o PS já conta com pelo menos 117 deputados garantidos. Como fica o Parlamento em termos de defesa e ataque dos Direitos das pessoas LGBTI+?

A situação das minorias em Portugal

opiniao_João Oliveira Proximo.png

Portugal um país que defende as causas, com governos que vêm consecutivamente a proclamar a defesa dos direitos das minorias, a sua protecção, quer através de decretos de lei, quer através de discursos que avaliam o estado de protecção das mesmas. Portugal é também o país cujos governos, no passado, não nos deram direitos proferidos como básicos, universais e garantidos. Tudo, até os Direitos das pessoas LGBTI+, podem ser efémeros.

Reflexão no rescaldo das eleições autárquicas

márcia lima soares

Com uma vitória clara da abstenção, com invisuais sem acesso a boletins em braille, pessoas de mobilidade reduzida, sem acessos válidos para chegar às urnas, ao passo que os/as mais jovens não votam devido à sua inércia descontente, sinto que passei mais tempo a reflectir no pós-eleições, do que propriamente no dia que antecedeu a votação.