Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

Em Portugal e no Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Eleições Europeias e as pessoas LGBTI+: Análise ao programa eleitoral do Nova Direita

Foto: https://depositphotos.com/pt/

Patriótico, conservador e soberanista. Assim se caracteriza o Nova Direita (ND), presidida por Ossanda Liber, o partido político que foi aprovado pelo Tribunal Constitucional no início deste ano após ter ultrapassado três chumbos devido a irregularidades jurídicas.

 

 

Eleições Europeias e as pessoas LGBTI+: Análise ao programa eleitoral da CDU - Coligação Democrática Unitária

Foto: https://depositphotos.com/pt/

Por uma vida melhor! Pela igualdade! Pela paz, cooperação, progresso social! é o apelo comum para as eleições europeias da CDU – PCP/PEV.

Tendo como cabeça de lista às europeias o ex-líder parlamentar do PCP João Oliveira, e como números dois e três da sua lista os actuais eurodeputados Sandra Pereira e João Pimenta Lopes, a coligação entre PCP e PEV, inserida no Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia / Esquerda Verde Nórdica (GUE/NGL) – A Esquerda no Parlamento Europeu, faz o apelo à paz e à justiça e ao progresso social através do voto nas próximas eleições para o Parlamento Europeu.

Eleições Europeias e as pessoas LGBTI+: Análise ao programa eleitoral do PAN - Pessoas - Animais - Natureza

Depositphotos_407873466_L.jpg

O Programa eleitoral do partido PAN Pessoas, Animais e Natureza para as Europeias 2024, é desenvolvido em sete eixos principais que vão desde o ambiente, direitos humanos, a protecção animal, saúde, educação, democracia, cultura, inovação e economia verde. 

 

O desequilíbrio de poder que passa despercebido - a falta de representatividade das mulheres na União Europeia

Uma retrospectiva do estado da condição das mulheres na UE antes das Eleições Europeias

Depositphotos_77076103_L.jpg

Um artigo da Bloomberg publicado no mês de Maio revelou que, actualmente, a Irlanda e o Luxemburgo não têm nenhuma mulher em cargos de direcção de empresas, e apenas 8% dos directores das maiores empresas da União Europeia, em 2023, eram mulheres. Já a nível nacional, um artigo do Diário de Notícias de Março informa que as mulheres ocupam menos de um terço dos cargos de gestão e liderança nas empresas em Portugal, acrescendo que "a presença feminina nas empresas diminui à medida que a responsabilidade dos cargos aumenta". De apontar que, segundo os dados mais recentes (Pordata), em 2022, as mulheres representavam 52,3% da população residente em Portugal.

 

LGBTI+ e as Eleições Europeias: o apelo ao voto pela defesa da democracia, da liberdade e da paz

Depositphotos

Entre os dias 6 e 9 de Junho de 2024, quase 400 milhões de pessoas nos 27 Estados-Membros são chamados a votar nas eleições europeias - em Portugal as eleições estão marcadas domingo, dia 9 de Junho. Para informar melhor os cidadãos da União Europeia (UE) e incentivá-los a votar, o Parlamento Europeu preparou uma campanha que apela ao voto em defesa da democracia.

O próximo Parlamento: Quem entra, quem não entrou e os perigos desta legislatura

eleições legislativas 2024

A noite eleitoral de Domingo foi uma montanha russa e de muita indefinição. As projecções iniciais da Universidade Católica para a RTP davam a vitória à AD e a Luís Montenegro, com uma margem mínima de distância para o PS, liderado por Pedro Nuno Santos. Ao longo da noite o escrutínio dos votos mostrou que resultados finais, só mesmo depois da contabilização dos votos dos Portugueses pelo círculos da Europa e de Fora da Europa. Algo que poderá demorar entre uma a duas semanas. 

Candidatos e candidatas que lutam ao nosso lado pelos Direitos LGBTI+

deputados lgbti friendly

A poucos dias das eleições deixamos-te uma lista de candidatos e candidatas a deputados e deputadas de vários partidos, e de Norte a Sul do país, que têm lutado  pelos Direitos das Pessoas LGBTI+. Fica a conhecê-los aqui:

LGBTI+: VOLT Portugal, um partido jovem que quer as melhores soluções para todas as pessoas 

Postal com Tipografia para Feliz Aniversário (14).jpg

Ainda sem representação parlamentar, o recém criado em Portugal, o VOLT  é um partido pan-europeu, progressista e pragmático. Formalizado em Junho de 2020 no nosso país, não se considera nem de esquerda nem de direita pois procura basear as suas decisões nas melhores práticas, na evidência científica e na defesa dos direitos humanos. Na informação que disponibilizam online lemos que os valores do VOLT são a dignidade humana, a igualdade de oportunidades, a liberdade, a sustentabilidade, a justiça e a solidariedade. "Somos livres de ideologias de esquerda ou de direita e estamos focados em encontrar as melhores soluções para todas as pessoas".

LGBTI+: O compromisso do PS: promoção da igualdade e combate à discriminação LGBTQIA+

Postal com Tipografia para Feliz Aniversário (16).jpg

No passado Domingo, dia 12 de Fevereiro, o Partido Socialista apresentou o seu programa eleitoral para as próximas legislativas, marcadas para 10 de Março, com o projecto “Portugal Inteiro”.

LGBTI+: A análise ao programa eleitoral do PAN (Pessoas-Animais-Natureza)

Postal com Tipografia para Feliz Aniversário (15).jpg

Foi o último programa eleitoral a ser apresentado. Foi apenas a 17 de Fevereiro que o Partido PAN (Pessoas - Animais - Natureza) revelou os conteúdos do programa que gostaria de implementar no país.

Ao longo de 178 páginas podemos encontrar várias referências às pessoas LGBTI+. O partido alerta ainda que "a falta de novos avanços que levou a que no ano passado Portugal caísse pelo segundo ano consecutivo no ranking dos países europeus sobre direitos das pessoas LGBTI+, ficando em 11.º lugar."

LGBTI+: Contrato com o futuro, análise ao programa eleitoral do Livre

Postal com Tipografia para Feliz Aniversário (12).jpg

O Livre trata as questões LGBTQIA+ em vários capítulos do seu programa, dedicados ao trabalho e protecção laboral, à educação e à política externa. Atribui-lhes ainda uma atenção central na primeira secção do texto, “Igualdade, Justiça Social e Liberdade”. 

LGBTI+: Programa eleitoral do Chega: Limpar Portugal

Postal com Tipografia para Feliz Aniversário (11).jpg

O programa eleitoral do Chega, partido que se assume como nacional, conservador, liberal e personalista, no espectro da extrema-direita europeia, partilhou o seu programa eleitoral no passado dia 9 de Fevereiro, um mês antes das eleições legislativas de 2024.

LGBTI+: Política patriótica e de esquerda – Soluções para um Portugal com futuro segundo a CDU

Postal com Tipografia para Feliz Aniversário (8).jpg

No quadro das eleições legislativas de 10 de Março de 2024, a Coligação Democrática Unitária, formada pelo Partido Comunista Português (PCP) e pelo Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV), apresenta o programa eleitoral da PCP, coligação que se apresenta como tomando “a força dos Valores de Abril” (p. 4) e apontando os mesmos para o futuro de Portugal, afirmando que um Portugal com futuro encontra respostas na Constituição “para mudar de política, dar vida e retomar Abril” (p. 4), oferecendo uma política patriótica e de esquerda.

LGBTI+: Um olhar sobre o programa eleitoral da Aliança Democrática (AD)

Postal com Tipografia para Feliz Aniversário (6).jpg

A Aliança Democrática (AD) resultou de um acordo de coligação entre o Partido Social Democrata (PSD), o CDS-Partido Popular (CDS-PP) e do Partido Popular Monárquico (PPM), contando igualmente com um conjunto de personalidades independentes. Formada para concorrer às próximas eleições legislativas e europeias, a coligação de centro-direita afirma como seu objectivo “superar e vencer este ciclo de oito anos de governação socialista” (Acordo de Coligação, p. 1).

Eleições Legislativas 2024: os programas políticos e as pessoas LGBTI+

Postal com Tipografia para Feliz Aniversário (3) (1).jpg

Votar de forma informada nas  próximas Eleições Legislativas de 10 de Março é decisivo para o nosso bem-estar e salvaguarda de direitos já adquiridos e que protegem as pessoas LGBTI+.