Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Portugal, not so LGBTQ friendly destination

César Lourenço

É uma realidade incontornável. Sim, temos um país bonito, com tudo o que de melhor um país pode ter e que todos sabemos: montanhas, praias, planícies, património, história, cultura, gastronomia, fauna e flora, um povo hospitaleiro e simpático.

Tomás Castro Neves: "a sexualidade não tem de ser o cerne da questão no que se associa ao corpo nu"

tomás castro neves entrevista

Tomás de Castro Neves nasceu em 1995, em Lisboa, e rumou a Norte para ingressar no curso de Arquitetura na Universidade do Porto e desde então tem-se afirmado como ilustrador e artista, com forte presença no Instagram
 
 

Quem foi Felipa de Sousa? A algarvia condenada por se assumir lésbica durante a Inquisição

Felipa de Sousa lésbica

A 26 de Janeiro de 1592, em Salvador, no Brasil, ocorreu aquele que, para muitos, é considerado o caso mais tocante de homofobia da história do Brasil.

Gabinetes de Fé, homossexualidade e obscurantismo

Márcia-lima-soares

Há catorze anos atrás fui a Birmingham para aprender a não ser homossexual. Fala-se da Igreja Católica por ser a que, tradicionalmente, tem mais fiéis em Portugal, no entanto, eu pertencia a uma minoria religiosa, o que contribuiu ainda mais para o meu isolamento, ao aperceber-me que era lésbica. 

 

 

Black Queer Art: Desire Marea actua em Serralves e no Teatro do Bairro Alto

Desire Marea black queer art

A artista multidisciplinar Desire Marea nasceu em KwaZulu-Natal na África do Sul e tem vindo a consolidar-se como uma reconhecida força criativa, especialmente enquanto parte do colectivo de performance queer sul-africano FAKA que fundou, em 2015, com Fela Gucci.

 

De Memória dá a conhecer a história das lutas feministas e pelos direitos LGBTQIA+ em Portugal

IMG_20220419_210033.jpg

Se é verdade que só conhecendo a nossa história conseguimos compreender o presente, também é verdade que existem poucas iniciativas de síntese da história nacional dos movimentos feministas e, em particular, de luta pelos direitos LGBTQIA+.

O arco-íris que termina no Qatar

Manuel Oliveira

Alteraram a braçadeira de capitão, colocaram bandeiras nos estádios e, chegaram até, a criar uma onda de afecto quando um jogador se assumiu homossexual. Mas, apesar de todo o “activismo”, que agora percebemos falso, não se lembraram de mais nenhum país para celebrar a maior competição do desporto que amam. Tornou-se difícil a escolha e, por coincidência, ficou designado um país onde ser LGBTQIA+ não só é ilegal como é punível com pena de morte. 

 

Pág. 1/3