Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Os dois vídeos virais que tens de ver antes do Orgulho de Madrid

orgullo espanha.jpg

As celebrações do Orgulho LGBTI de Madrid assinalam-se este Sábado, dia 7 de Julho. Há dois vídeos que tens de parar para ver.

 

Este ano marca os 40 anos da primeira manifestação do Orgulho LGBT na capital espanhola. Por essa razão, a Câmara Municipal de Madrid divulgou um vídeo promocional assinalando os 40 anos das celebrações. No vídeo podemos ver duas mulheres lembram e comentam como a cidade mudou em quatro décadas. Duas raparigas sentadas em frente de um bar, semáforos LGTB, casais idosos dançando juntos sem complexos, uma menina a visitar um museu com as suas duas mães, dois rapazes a trocar olhares no metro ou um jovem que pára em frente de uma vitrine para ver como seria vestir o vestido que está à sua frente. 

"Os jovens de hoje não têm medo de se amar ou de serem eles mesmos", diz uma das protagonistas. "Eles são corajosos. É que se não lutamos pelo que queremos, o que nos resta? ", Responde a outra "avó". O vídeo que já ultrapassou procura mostrar igualdade entre sexos, equilibrando o número de cenas entre homens e mulheres, e apostar em pessoas de todas as raças e idades, dando uma maior pluralidade e representação real da sociedade, promovendo a igualdade para além da sexualidade.

 

Também um outro vídeo tornou-se viral do outro lado da fronteira por mostrar uma menina andaluza a defender uma colega de escola quando estava a ser assediada por ter pais homossexuais. Rocío estava a ser filmada com câmaras ocultas para um programa de televisão que pretende mostrar a reacção das pessoas face a situações de discriminação. No programa em causa a aluna com dois pais homossexuais estava a ser alvo de comentários maldosos e bullying durante uma aula de dança. Ao assistir aos comentários, Rocío, de apenas 9 anos, intervém de forma exemplar sem saber que estava a ser filmada para um programa de televisão. No fim, podemos ver onde Rocío foi buscar a sua força combativa e inspiração: a sua irmã, portadora da síndrome de Down. Também vale a pena ver: