Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

“Vidas de A a Z: Um êxito de bilheteira!” em vários pontos do país

A peça inaugural de uma nova companhia de teatro é sempre um momento revelador. “Vidas de A a Z” estreia no próximo dia 6 de Junho, sexta-feira, com duas sessões (às 16h e às 21h) no Anfiteatro 1 da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e tem autoria e direcção de Mónica Gomes e Sílvia Raposo.

 

No elenco, destaca-se a presença de Bruno Magina, actor e activista LBGT que integrou o coro CoLeGaS e o Grupo de Teatro da ILGA, tem um conto publicado na Não Te Prives e participou em sessões fotográficas da rede ex aequo e do programa Saúde em Português, de sensibilização contra a discriminação pela orientação sexual e identidade de género.

Além de Bruno Magina, que encarna a personagem Nini (uma empregada doméstica travesti), são ainda intérpretes Edevânia Mateus, Mónica Gomes, Patrícia Primavera e Sílvia Raposo, nesta história em que os diversos moradores da mesma casa partilham as suas patologias e neuroses. Cabe a Nini introduzir uma dose de loucura saudável nesta comédia, entre assumidos e reprimidos, que resulta de um projecto de iniciação ao teatro nascido em meio académico.

"Acredito que é importante desmistificar algumas ideias. Nem todos os travestis são homossexuais, tal como nem todos os homossexuais são travestis. De igual modo, travestismo e homossexualidade não significam desejo de mudar de sexo”, partilha o actor Bruno Magina sobre esta sua participação. “Tal como eu, a Nini gosta de ajudar as pessoas, tem espírito guerreiro e não tolera injustiças.”

Depois da estreia, “Vidas de A a Z: Um êxito de bilheteira!” pode ser visto na Casa da Cultura de Mora (28 de Junho), Fábrica de Braço de Prata, em Lisboa (10 a 12 de Julho), Casa das Histórias, em Cascais (19 de Julho), Parque de Campismo Piedense, na Costa da Caparica (1 de Agosto) e Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz (8 de Novembro), estando outras datas e localidades ainda em confirmação. Os bilhetes custam cinco euros.

 

Reservas e contactos: http://projectovidasdeaaz.blogspot.pt, https://www.facebook.com/vidasdeaaz, 961080291 e vidasdeaaz@gmail.com.

 

Mónica Guerreiro