Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

Em Portugal e no Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Porto Inclusive: 5 anos a aproximar a comunidade a Norte

porto inclusive

O colectivo portuense que promove a mobilização para eventos queer comemora o seu quinto aniversário na próxima sexta-feira. Para assinalar a data, convida todes para uma festa onde não faltará animação, muitas surpresas e o espírito de acolhimento e integração que são a marca do Porto Inclusive. Fica aqui a saber mais sobre as suas actividades.

 

É a coser os laços dentro da comunidade que o Porto Inclusive (PI) se tem dedicado nos últimos cinco anos. Fazem-no através de momentos de encontro e de convívio abertos a todes, quase sempre ao ar livre e de dia. O ponto alto do calendário anual é o Piquenique Inclusivo, que se realiza no final de Julho e que no ano passado juntou mais de 130 pessoas no Parque da Cidade. 

O PI celebra na  proxima sexta-feira o seu Pentaniversário e convida-te para uma festa no bar Funpla. A estética será anos 2000 e haverá uma playlist colaborativa. A animar a noite estarão as drags Anny Dakash e Kristall Queen.

porto inclusive 2.jpg

Quando falamos em “comunidade” LGBTI+ podemos por vezes sentir que essa palavra está pouco enraizada no nosso quotidiano. Com frequência, acabamos por situá-la em dois cenários distintos: nos espaços de animação nocturna, e no plano do activismo, com as marchas do orgulho, manifestações e actividades de esclarecimento. Mas o conceito não se esgota nesses duas (ainda que imprescindíveis) dimensões. A comunidade é o espelho dos que dela fazem parte, tão rica e diversa em interesses, práticas, sensibilidades, como cada pessoa queer. No entanto, é preciso unir os pontos para que se forme uma rede.

A ideia de criar um suporte mais flexível e de estrutura leve surgiu de Bruno Pereira e de Jorge Queirós, que antes tinham passado por grupos e associações activistas. O objectivo era, à primeira vista, simples: juntar pessoas, aproximá-las das realidades queer da cidade e região, mobilizá-las para actividades de outros grupos LGBTI+. Já antes o tinham testado através de um grupo no Facebook. Com o Porto Inclusive, a iniciativa ganhou um novo nome, uma nova imagem (o π recortado pela Torre dos Clérigos) e uma comunicação mais ampla e eficaz. Desde então, actividades não têm parado. Para além dos encontros habituais, que seguem o calendário civil (Natal, Páscoa, Halloween, etc.), o PI está atento aos eventos culturais de temática queer, e apoiam os espaços LGBTI com a proposta de acolhimento dos seus encontros. 

Outro importante compromisso é a mobilização de participantes para as marchas do orgulho. Não apenas a que se realiza no Porto, mas também as de outras localidades a Norte, algumas das quais estão agora a dar os primeiros passos. O PI reconhece que engrossar a presença nestas marchas é contribuir para a afirmação, visibilidade e viabilidade futura destes movimentos locais. E a comunidade queer do Porto, a segunda maior do país, sente o dever de colaborar activamente nesse esforço. 

porto inclusive

Quando começar em força a temporada das marchas do orgulho de 2023, poderão novamente contar com a participação do PI. Entretanto, no próximo dia 21 de Maio está confirmada a presença na Vigília Internacional pelas Vítimas de SIDA. Igualmente prometida, está a edição deste ano do Piquenique Inclusivo, marcada para 29 de Julho, onde poderemos esperar ainda mais gente, mais cor e mais alegria do que no ano passado. 

Para que não percas nenhuma das próximas actividades do Porto Inclusive, recomendamos-te que subscrevas a mailing list e que sigas o colectivo nas redes sociais.

 

Pedro Leitão