Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Natasha Semmynova encanta no The Voice Portugal (com vídeo)

Natasha Semynova The Voice Portugal RTP.jpg

Estreou este Domingo a nova edição do The Voice Portugal. Depois de ter deixado o Festival da Canção e a Eurovisão para outras núpcias, a estação pública aposta no grande formato de entretenimento que procura a melhor voz do país.

Na estreia ficámos a conhecer Natasha Semmynova, pelo corpo e pela voz de Vítor Fernandes. No programa, o concorrente contou que é maquilhador profissional, mas que nunca se descola da música e é como Natasha Semmynova que persegue este sonho.
Com o tema "Creep" de Radiohead conseguiu fazer girar as cadeiras de todos os mentores, que se mostraram muito surpreendidos quando, depois de ouvirem uma voz masculina, deram de caras com uma figura feminina.
Anselmo Ralph comentou: "O que eu mais gosto nesta temporada do The Voice é a diferença. Isto é que me está a encantar..." 
Já Mickael Carreira parabenizou Natasha. "Por tu assumires a tua diferença. No Mundo há muito preconceito. É de louvar a tua coragem, tu chegares aqui e não estás nem aí! Sou o Vítor, sou a Natasha! Dou-te os parabéns por isso", disse. No final da luta entre os mentores, Natasha escolheu Marisa Liz.
Vale a pena ver esta actuação:

No perfil do concorrente podemos ler mais sobre a história de Vítor. Nunca se identificou com o transformismo e por isso escolheu a vertente mais andrógina do drag queen, que foge bastante do habitual transformismo em Portugal. Natasha Semmynova surge mais tarde e o nome vem de um personagem do “Casino Royale”, uma espia russa.

Já actuou nas festas do Pride no Porto e em Lisboa, no Café Lusitano no Porto e numa peça de teatro: “Longe do Corpo”. Musicalmente, identifica-se com Cranberries, Garbage e Alanis Morissette, e em Portugal com a Sónia Tavares, dos The Gift.

Descreve-se como uma pessoa orgulhosa, teimosa, metódica, única e demasiado perfeccionista. Confessa que não tem a melhor voz do mundo, mas considera que tem técnica vocal, experiência, muito à vontade e uma imagem diferente.  Pretende ser famoso, ser um verdadeiro artista e através da fama mostrar a sua arte.

 
Alice Gouveia

1 comentário

Comentar