Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Caitlyn Jenner: "Trump apoia as pessoas LGBT"

jenner-sports-illustrated.jpg

Caitlyn Jenner tem sido notícia nos últimos tempos, não só por ter sido capa da Sports Illustrated, como pelas declarações de apoio a Donald Trump.


Quarenta anos depois de ter sido capa da revista de desporto pela primeira vez, Jenner posa para a Sports Illustrated. Em 1976 Caitlyn, ainda como Bruce Jenner, era um dos rosto do orgulho americano após vencer uma medalha de ouro no decatlo durante os Jogos Olímpicos de Montreal, Canadá. Agora posou com a medalha conquistada. A ex-atleta tem sido uma das vozes mais activas em relação aos direitos das pessoas trans e aos direitos das mulheres nos EUA.
Contudo, Caitlyn também tem sido notícia por causa das suas declarações de apoio a Donald Trump, candidato republicano à presidência dos EUA. Numa entrevista à Stat News afirmou que "toda a gente vê os democratas como sendo melhores para com estas questões [LGBT]. (...) Mas Trump parece ser melhor para as mulheres. Ele parece apoiar a comunidade LGBT por causa do que aconteceu na Carolina do Norte com a questão da lei das casas de banho. Ele apoiou a comunidade LGBT. No caso de Trump, há muitas mais incógnitas. Com Hillary, sabe-se muito bem o que poderá vir a ser feito para com os direitos da pessoas LGBT." Esta não é a primeira vez que Caitlyn demonstra apoio aos republicanos.

De relembrar que a Carolina do Norte aprovou em Março deste ano uma lei que impunha que toda a gente tivesse que frequentar as casas de banho públicas de acordo com o sexo com que nasceram, impedindo assim que as pessoas trans pudessem frequentar os WC do sexo com que se identificam. Entretanto o governo norte-americano decidiu processar o estado da Carolina do Norte por causa desta mesma lei. Na altura, Donald Trump afirmou num encontro com eleitores: “Deixem a lei como estava. Gerou poucas queixas tal como estava. Agora, a Carolina do Norte fez algo muito forte e está a pagar um grande preço.” Declarações que foram recebidas como uma mudança no discurso do candidato republicano à presidência dos EUA.

Luís Veríssimo

2 comentários

Comentar