Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Consegues imaginar uma localidade junto ao Mediterrâneo apenas com mulheres? Desejo concedido

lesbicas lesbianas lesbian olagirls calpe calp.jpg

Já alguma vez estiveste de férias num sítio e perguntaste: “Onde estão as lésbicas?” O OlaGirls dá-te essa resposta.

 

Calpe, ou Calp em valenciano, situa-se na província de Alicante na Comunidade Autónoma de Valência e nos dias 5, 6 e 7 de Junho vai tornar-se num palco paradisíaco com muitas lésbicas, isto tudo porque o objectivo do OlaGirls é reunir centenas de lésbicas de todo o mundo para desfrutar de umas férias diferentes, criando amizades e relacionamentos.

Entre as actividades para os três dias estão festas, ginástica, jantares, excursões, desporto (futebol e voleibol), speed dating, um barbecue e até um beijaço, para além de muito tempo na praia. As equipas vencedoras nos torneios recebem prémios. Também se pode participar numa conversa tuppersex para descobrir os jogos sexuais do momento, fazer networking, participar em conferências LGBT, entre outras propostas da organização.

Há preços para todos os gostos e carteiras, desde um passe por 269 euros, sem estadia só com as actividades incluídas, até ao VIP Pack por 799 euros, que para além de incluir as actividades, inclui alojamento para uma pessoa em hotel de 5 estrelas. Mas não desesperem com os preços, também é possível ser-se voluntária: basta ter alguma experiência em voluntariado ou em organização de eventos, ter conhecimento de idiomas e ter mais de 18 anos.

A organização do evento está a cargo do site OlaGirls, que conta com uma agência de viagens para fornecer os serviços. A primeira edição tem o apoio da Câmara Municipal de Calpe. Há um ano, o festival esteve previsto para se realizar em Sitges, mas razões operacionais levaram ao adiamento da primeira edição.  

Tal como há alguns locais onde só entram homens e noutros só entram homens gays, aqui: Mulher hetero não entra. Homem gay também não. Homem hetero muito menos. Só entram mulheres… lésbicas ou bissexuais. Meninas sejam por isso bem-vindas a Calpe, à localidade que a organização quer que seja um paraíso da diversão. E tu, vais querer perder pitada deste evento?

 

Mais informações em:

http://www.olagirls.com/

 

Luís Veríssimo