Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Dilma Rousseff toma posição contra homofobia (com vídeo)

Dilma LGBT.png

Dilma Rousseff foi eleita para um segundo mandato como presidente do Brasil. Com os holofotes mundiais sobre si chegou a hora de descansar um pouco antes de mais quatro anos de governação que se esperam difíceis.

Na determinação em se aproximar do povo brasileiro, Dilma, tem concedido, desde domingo, várias entrevistas. Na entrevista que deu ontem ao canal de televisão SBT, ao minuto 16, a presidente toma, finalmente, uma posição sobre a criminalização da homofobia e sobre o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo.

Quanto à criminalização da homofobia Rousseff foi mais peremptória: “Eu darei integral apoio ao projeto que vai criminalizar a homofobia. Sabe por quê? Porque é uma medida civilizatória. O Brasil tem que ser contra a violência que vitima a mulher. A violência que muitas vezes, de forma aberta ou escondida, também fere os negros, que são a maioria da nossa população. E também tem que ser contra a homofobia porque isso é uma barbárie.”.

Já no que concerne ao casamento civil homossexual, foi mais vaga: “Eu apoio a decisão tomada na Suprema Corte que reconheceu todas as características do casamento civil. Agora o casamento religioso, cada igreja que resolva como quer fazer.”.

No seu Facebook oficial, as suas declarações sobre a criminalização da homofobia já vão em mais de 60 mil likes e em mais de sete mil partilhas. Ah, e Dilma estava a sentir-se engajada, isto é, determinada.

 

 Luís Veríssimo