Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Acompanha aqui o #orgulho2017

#EscolaSemHomofobia: Manifestações em todo o país

escola homofobia.jpg

No seguimento do protesto dos alunos em Vagos contra um caso de lesbofobia, vão decorrer quatro manifestações de protesto contra a homofobia em espaço escolar.

 

Alunos de Lisboa, Porto, Funchal e Coimbra sairão às ruas esta terça-feira, dia 6 de Junho, para protestar contra a homofobia nas escolas. Num manifesto divulgado publicamente pode ler-se que “Portugal está muito aquém da realidade da discriminação e falta de visibilidade da comunidade LGBT nas escolas e no combate à homofobia no ensino Básico e Secundário. Somente informando e esclarecendo os alunos sobre as questões LGBT na disciplina de Cidadania ou em Educação Sexual e promovendo campanhas de combate à homofobia nas escolas, o Ministério da Educação pode fazer avanços no combate a este tipo de discriminação tão presente no meio escolar.” 

As manifestações terão lugar em frente de representações do Ministério da Educação ou locais públicos das diferentes cidades a partir das 18 horas:

Lisboa: edifício do Ministério da Educação, Avenida 5 de Outubro;
Funchal: Avenida Zarco, edifício do Governo Regional;
Porto: DG dos Estabelecimentos Escolares, Direcção de Serviços da Região Norte, Rua António Carneiro. 
Coimbra: Rua General Humberto Delgado, 319

Os protestos físicos far-se-ão acompanhar de partilhas nas redes sociais com a hashtag: #ESCOLASEMHOMOFOBIA 

Este protesto foi convocado por mais de 20 associações de estudantes e de defesa dos direitos das pessoas LGBT.  “Repudiamos e condenamos a atitude discriminatória da direcção da Escola Secundária de Vagos e mostramo-nos solidários com os alunos desta escola que organizaram este protesto pacífico”, subscrevem estas duas dezenas de entidades.

Recorde-se que o incidente de Vagos originou pedidos de esclarecimento junto do Ministério da Educação por parte do Bloco de Esquerda e um comunicado da CIG.

 

Álbum de fotos do protesto em Lisboa aqui.

Vídeo aqui.

7 comentários

Comentar