Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Histórico: Uma marcha pelos Direitos LGBT nas ruas de Díli (com fotos)

 

timor 1.jpg

O primeiro-ministro timorense Rui Maria de Araújo condenou a discriminação e violência de que são alvo os membros da comunidade LGBT, inclusive dentro das suas famílias. A mensagem foi proferida neste 28 de Junho, Dia do Orgulho LGBTI, e coincidiu com uma marcha que percorreu as ruas de Díli com o lema "Cria um ambiente seguro para a comunidade LGBT".

 

dili.jpg"Alguns dos jovens ainda vivem em situações de violência, muitas vezes de pessoas próximas. A violência é crime. A discriminação é crime. As crianças e os jovens também são uma riqueza de Timor-Leste e a violência afeta o futuro da saúde física e mental do país", declarou, segundo a agência Lusa.

O governante considerou inaceitável que se discrimine ou desrespeite as pessoas com base na sua orientação sexual ou identidade de género. "Peço a todos que se aceitem, que se respeitem mutuamente. Os princípios do país democrático é de que todos devem viver em liberdade, com dignidade e respeito mútuo. Podemos, juntos, declarou uma nação inclusiva em que todos participem no processo de desenvolvimento", disse.

Várias organizações de Timor-Leste, englobadas na rede jovem Hatutan, promovem ao longo desta semana várias actividades para combater a discriminação e a violência de que são alvos membros da comunidade LGBT.

 

 

 Vê aqui mais fotos da Marcha de Díli. Fotos de Lúcio Leto Ornai

 

Notícia actualizada a 15 de Julho com o vídeo do primeiro-ministro timorense Rui Maria de Araújo.

8 comentários

Comentar