Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Istambul: Marcha do Orgulho cancelada, irrompem protestos e violência policial

Istambul Pride 2015.jpeg

Este Domingo à tarde a polícia turca usou gás lacrimogéneo e balas de borracha para dispersar os activistas de defesa dos direitos das pessoas transexuais, depois destes se terem reunido em protesto pelo cancelamento da Marcha do Orgulho LGBT de Istambul. 

As autoridades turcas informaram, na passada sexta-feira, que tinham decidido cancelar a Marcha do Orgulho LGBT deste ano. 

Reunidos em Istambul, os activistas trans juntaram-se e protestaram contra a proibição da marcha, sendo depois cercados pela polícia. Os ânimos exaltaram-se e as autoridades decidiram recorrer a gás lacrimogéneo e balas de borracha contra os activistas.

Segundo as autoridades turcas, a marcha foi proibida para "segurança e salvaguarda da ordem pública". As celebrações do Orgulho em Istambul realizam-se desde 2003 e este ano estava prevista para o próximo Domingo, dia 26 de Junho. 

Os organizadores do Istambul Pride denunciam esta proibição como uma "flagrante violação da Constituição e da lei" e apontam o dedo às autoridades da capital que "estão a falhar no seu dever de proteger os direitos dos cidadãos exercerem os seus direitos”.

A homossexualidade não é ilegal na Turquia - ao contrário de muitos países árabes -, mas a homofobia enraizada é acentuada. Actualmente os Muçulmanos encontram-se a celebrar o mês sagrado do Ramadão e o nível de alerta em Istambul é elevado, depois de vários atentados à bomba, que as autoridades de Ankara atribuem aos separatistas curdos e ao auto-proclamado Estado Islâmico.

Um grupo de jovens ultra-nacionalista acusou a marcha do orgulho LGBT de imoral e garantiu que a impediria se esta se realizasse.

Em 2015, as imagens da polícia de choque a dispersar os manifestantes durante a Marcha recorrendo a canhões de água e a gás lacrimogéneo, correram o mundo.

 

 

 

 

 

A associação All Out apela à comunidade LGBTI mundial que partilhe a bandeira do arco-íris em solidariedade para com as pessoas LGBTI na Turquia.

 

Na foto principal: confrontos com as autoridades durante Marcha do Orgulho LGBT de Istambul em 2015

Fotos Galeria: Omer T. E.

Vídeos Créditos: Euronews e İstanbul LGBTİ Dayanışma Derneği

 

Notícia actualizada a 26 de Junho

4 comentários

Comentar