Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Parlamento da Estónia aprova uniões de facto para casais de pessoas do mesmo sexo

estonia.jpeg

 O Riigikogu (Parlamento da Estónia) aprovou a Lei de Convivência, tornando a Estónia no primeiro Estado ex-soviético onde as uniões de facto entre as pessoas do mesmo sexo e a co-adopção são permitidas. A lei entra em vigor a 1 de Janeiro de 2016.

Votaram a favor da lei 40 deputados, enquanto 38 estiveram contra. A lei, que foi proposta por 40 deputados do Riigikogu, permitirá que casais de pessoas do mesmo sexo regularizem a sua união num notário, acedendo assim a direitos e garantias semelhantes aos do casamento civil. No exterior do Parlamento, no dia da votação, juntaram-se os defensores e os detractores da nova lei. Os apoiantes da lei ofereceram flores aos deputados que aprovaram os novos direitos. Varro Vooglaid, um dos líderes do movimento contra a Lei da Convivência, também esteve presente, a protestar, acompanhado pela mulher e pelos filhos.

 

A. Iourtchenko