Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Porque entrou Miguel Martins na corrida ao título de Mister Senior Netherlands 2018?

 

20840743_1381529028562123_3594141454482345779_n.jp

Miguel Martins é um dos finalistas do concurso Mister Senior Netherlands e está a aproveitar a oportunidade para abordar a questão da discriminação em função da idade entre pessoas gay. 

O concurso Mister Senior Netherlands, aberto a pessoas de qualquer orientação sexual, destina-se a maiores de 30 anos, funcionando como uma secção do concurso principal, o Mister International Netherlands, que é limitado a sub-30.

Mas o que levou Miguel Martins, de 34 anos, a avançar? “Sinto que é uma oportunidade para enfrentar o 'ageism' [discriminação em função da idade]. Vamos encará-lo, é um desafio que muitos homens gay e bi enfrentam. Durante muitos anos, tentei encontrar o amor, ou ao menos, a amizade em sites de namoro, fossem eles straight ou gay. Mas percebi que, em geral, as pessoas não estavam interessadas em conhecer-me como pessoa. Elas decidiam se se encontravam ou não comigo em função das minhas fotos ou das minhas 'características'. Às vezes ter mais de 30 anos é mais do que suficiente para que as pessoas te digam que és muito velho! Hoje em dia não tenho perfis em apps. Percebi que me sentia muito mais feliz sem elas”, contou num artigo publicado no site Gay Star News.

“Quando vi que o slogan [do Mister Senior Netherlands] era 'More Than Beauty', percebi que devia entrar nesta competição. Desde a nossa primeira audição que fomos incentivados a ser nós próprios. Eles não queriam que tivéssemos somente bom aspecto ou que soubéssemos andar numa passerelle, mas que levássemos os nossos cérebros, gentileza e beleza interior para a competição. Eles estavam a avaliar-nos independentemente da nossa idade ou da quantidade de músculos que temos. Não acho que seja o finalista mais bonito, mas acreditaram em mim e me deram-me esta oportunidade”, relata no mesmo artigo.

Nesse mesmo texto publicado no site Gay Star News, Miguel Martins conta que nasceu numa pequena vila de Portugal, num contexto familiar complicado. Aos 18 anos foi estudar para o Porto, onde entrou pela primeira vez num bar gay. Em 2005 acabou os estudos em Línguas e Literaturas Modernas. Depois foi viver para a Holanda.