Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Tozé e Stéphane: “Prometemos ficar a vida toda juntos a cuidar um do outro”

Tozé e Stéphane.jpg

Este casal luso-francês e é a prova que Lisboa é a cidade do amor. Stéphane estava de férias em Portugal e a sua vida mudou muito mais do que 2000 quilómetros quando conheceu Tozé. Apesar de ainda apontarem o dedo às homofobias da lei, desde que o casamento entre pessoas do mesmo sexo entrou em vigor em Portugal o casal deixou de recear a manifestação pública de afectos... Afinal de contas como qualquer outro casal que se ama.    

 

 

dezanove: Como e há quanto tempo se conheceram?

Tozé e Stéphane: Encontramo-nos há sete anos. Sou francês e estava a passar férias em Lisboa. Estava na discoteca Trumps quando conhecia o Tozé. Simpatizei com ele de imediato.

 

O que vos fez apaixonar? 

Foi um amor de férias que se tornou um amor para a vida em algumas semanas. Sentimos que fomos feitos um para o outro. A partir daqui ficamos inseparáveis, as nossas personalidades encaixaram-se muito bem, a química entre nós funcionou perfeitamente e prometemos ficar a vida toda juntos a cuidar um do outro.

 

Como é a vossa relação com familiares e amigos?

O acolhimento nas nossas famílias foi excelente, entendemo-nos muito bem e partilhamos momentos juntos regularmente. Há entre nós muito respeito, muito carinho e amor.

A vida gay em Portugal, do nosso ponto de vista, melhorou imenso desde que a lei do casamento para as pessoas do mesmo sexo entrou em vigor. Nós ainda não nos casamos, mas a facto de que a nossa relação seja reconhecida legalmente permitiu-nos, por exemplo, andar mão na mão na rua, dar beijinhos mais à vontade. Afinal de contas como qualquer pessoa.

 

Já foram alvo de algum episódio de homofobia? Como lidaram com isso?

Nunca fomos confrontados directamente com alguma atitude homofóbica mas, infelizmente, sabemos que isso ainda existe em Portugal. Os gays são muitas vezes alvos fáceis e sem meios para se defender. Por isso, temos de continuar unidos e a lutar contra qualquer caso de homofobia.

casal gay Tozé e Stéphane .jpg

Na vossa opinião o que faz falta a Portugal no que respeita à igualdade para pessoas LGBT?

As mentalidades estão a mudar no bom sentido, mas ainda há muito à nossa frente por fazer.

Recentemente foi chumbada pela quarta vez no Parlamento a lei sobre a adopção e, na nossa opinião, assim a discriminação aumenta para as pessoas LGBT. Se esta lei fosse votada favoravelmente poderia-se tomar-se mais um passo na luta contra a homofobia no nosso país.

 

O que vão fazer no Dia dos Namorados?

Gostamos festejar o nosso amor no Dia de São Valentim como qualquer casal que se ama, independentemente da sua orientação sexual. Este ano vamos passar o Dia dos Namorados os dois numa casa na Aldeia do Meco. Vamos preparar um jantar romântico à luz das velas com Champagne claro... Desejamos um feliz São Valentim a todas as pessoas que se amam!

 

1 comentário

Comentar