Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Como foi a 27ª Gala Abraço

pjimage (33).jpg

No dia 1 de Dezembro de 2019 teve lugar no São Luiz Teatro Municipal a 27ª Edição da Gala Abraço. Assinalou-se assim uma vez mais, neste que é o Dia Internacional da Luta Contra a Sida, um espectáculo de apoio à Associação Abraço, com o propósito de promover a inclusão, a solidariedade, e a luta pela igualdade e pelos direitos humanos.

 

A direcção artística teve uma vez mais a assinatura de Deborah Kristall, que, desta feita, esteve ladeada por César Mourão na apresentação da Gala. O júri foi composto por Marta Bateira (Beatriz Gosta), Inês Lopes Gonçalves e Ana Garcia Martins (A Pipoca Mais Doce).

Eleito pelo júri, o prémio de melhor imagem foi para Shantall de Cuba, que actuou a concurso com um inesperado medley de músicas que se iniciou por Memory, onde aparecia de muleta, e que se desenrolou numa actuação poderosa e cada vez mais energética, a culminar ao som Bang Bang, com uns assoberbantes movimentos de dança.

A escolhida pelo público como melhor actuação da noite foi Laysa Star, que actuou com um Medley, terminando na canção “Accept Me”, de Vanessa Mitchel, envergando um fantástico e revelador guarda-roupa de acordo com as fases da actuação e demonstrando uma performance energética e carismática.

Das restantes concorrentes, destacamos também as actuações de Dama de Paus, com uma performance tocante, alusiva ao tema da SIDA, tendo de todas as actuações da noite a melhor enquadrada no contexto, através da música Rosa Sangue.

Destacamos também Soraya Kueen, com uma emotiva e visceral interpretação de Alabaster Box, revelando a autenticidade e a importância de ser amado tal como se é de verdade.

Por último recordamos também a concorrente Cher No-Billz que trouxe com a sua actuação uma impressionante capacidade de movimento, força e sensualidade, ao som de Stronger, de Britney Spears, sem nunca perder a energia que é já sua característica.

Mas, além das actuações a concurso, foram vários os momentos por parte dos convidados que merecem o nosso registo de uma forma muito positiva.

Kina Karvel mostrou-nos mais uma vez o seu estilo ímpar de actuação drag, fugindo aos moldes mais tradicionais do transformismo, sem que deixasse de nos marcar pela impressão forte que deixa, de uma forma bem diferente.

Zizi Mayer voltou a brindar-nos com o seu habitual glamour, charme e savoir-faire, interpretando Contigo Aprendi, de Sara Montiel, muito bem conseguida e fortemente aplaudida.

Destacamos também a presença de José Castelo-Branco, que interpretou o seu mais recente tema, The “Dressing Game”, com toda a sua habitual elegância, onde se mostrou também resiliente e pleno de tenacidade, e um verdadeiro artista no aspecto “the show must go on”, pois recuperou do seu percalço com o maior glamour, prosseguindo com a actuação sem hesitações.

Sissi Imperatriz brindou-nos com um momento de excelência, com um medley cómico entre músicas e diálogos, sem descurar o charme que a caracteriza, e numa interpretação milimetricamente bem conseguida.

Há ainda que referir a hilariante actuação do Grupo Finalmente que juntou várias figuras do panorama musical português, entre elas Sara Tavares, DaVinci, Maria Lisboa, Maria Leal e Rosinha, levando a plateia ao rubro.

Destacamos também a imponente actuação de Symone De La Dragma, que interpretou, cantando ao vivo, a “Desfolhada”, celebrando os 50 anos da icónica canção de Simone de Oliveira, com autoria Ferrer Trindade e Ary dos Santos, dedicando o momento à memória de Pedro Luís.

E por último há que destacar devidamente a electrizante actuação de Sérgio Praia e Banda do filme Variações, um dos momentos mais altos da noite, que envolveu todo o público num momento intenso e vibrante, com a interpretação de Estou Além, conseguindo um momento de belíssima homenagem a António Variações, figura ímpar do panorama LGBT+ em Portugal. 

pjimage (34).jpg

 

Texto: Inês Marto

Foto 1: Laysa Star (vencedora Melhor Actuação), Sérgio Praia e José Castelo Branco

Foto 2: Shantall de Cuba (Melhor Imagem), Samantha Rox e Deborah Kristall e César Mourão