Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

“Diamantino” já tem data de estreia nos cinemas

queerlx.jpg

 

Depois do Grande Prémio 57.ª Semana da Crítica, do Festival de Cannes e da apresentação na sessão de abertura do Queer Lisboa, "Diamantino"  estreia nas salas de cinema portuguesas a 15 de Novembro. 

A distribuição da primeira longa-metragem realizada por Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt está prevista para mais de 20 salas por todo o país, estando também assegurada a distribuição em França, no dia 27 de Novembro, e nos Estados Unidos, em data a anunciar.

O filme conta a história de Diamantino, interpretado pelo actor Carloto Cotta, uma super-estrela do futebol mundial, cuja carreira cai em desgraça. À procura de um novo objectivo para a sua vida, Diamantino entra numa odisseia delirante, que envolve neofascismo, crise dos refugiados, modificação genética e a busca pela origem da genialidade. A Carloto Cotta juntam-se os actores Cléo Tavares, Anabela Moreira, Margarida Moreira, Carla Maciel, Filipe Vargas, Manuela Moura Guedes, Joana Barrios e Maria Leite.
“Diamantino” foi seleccionado para os European Film Awards e tem sido exibido em festivais de cinema por todo o mundo, como Toronto International Film Festival, onde foi escolhido para a sessão de encerramento (Midnight Madness), Sarajevo Film Festival e vai ser exibido no New York Film Festival, British Film Festival e na Viennale.
"Queríamos fazer um filme surpreendente e engraçado sobre uma série de questões contemporâneas. Ancorámos essa cacofonia frenética no género clássico de comédia romântica, com uma personagem principal que amamos e cuidamos. Também queríamos que esta personagem fosse um ícone universal inquestionável - e foi aí que tivemos a ideia de fazer um filme sobre uma superestrela de futebol portuguesa”, refere Gabriel Abrantes.

 

Foto: Facebook do Queer Lisboa, na noite de abertura do festival, com realizador, equipa técnica e actores em palco