Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Lago: em busca dos nossos sonhos

Lago Filipe Santos

“Os pés estavam encharcados ainda da chuva e da lama que tinha pisado enquanto corria para casa”... Assim começa a obra de Filipe Santos que nos promete mergulhar num trama de mistérios e romances que nos envolve cada vez mais em cada palavra.

"Lago" é a obra de estreia de Filipe Santos, licenciado em design gráfico, mas profundamente apaixonado pela escrita e pelos seus mundos idealizados, e isso denota-se perfeitamente nesta obra que, através de detalhada e envolvente descrição, leva o leitor a mergulhar cada vez mais fundo na mente do personagem principal, e na própria mente do autor.
Ao longo do obra, o autor vai passando, de forma subtil enquanto acompanhamos o processo de aprendizagem, crescimento e autoconhecimento do personagem principal, mensagens fundamentais para o leitor perceber que somos todes diferentes, com sonhos e experiências diferentes que nos fazem especiais. Só depende de nós seguirmos os nossos sonhos, agarrando-nos a que nos apoia e largando quem nos faz mal.

IMG-20220125-WA0010.jpg

Relativamente à representatividade LGBTQ+, o livro esforça-se por explorar a experienciação da sexualidade em fases particulares da vida. O autor consegue mostrar a realidade negativa de várias vidas LGBTQ+, mas poderia beneficiar mais ainda com pelo menos uma experiência positiva de um personagem. Se por um lado é importante explorar a cultura LGBTQ+, por outro lado é cada vez mais importante mostrar que ela não é homogénea, e que pessoas e personagens diferentes têm experiências diferentes. Tudo depende, como Filipe Santos mostra na sua obra, da forma como cada um de nós cresce e aprende o que é e o que não é amor.
Em suma, entramos num lago de mistérios que se vão aprofundando e entrelaçando até a um final onde os mistérios acabam por... melhor não contar, já que a mensagem só chega verdadeiramente às pessoas se elas se deixarem envolver pelas profundas águas tecidas pelo autor.
Para saberes mais podes ler este livro publicado pela Emporium Editora.

 

Daniel R Santos