Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Iggy Azalea, Melanie C, Todrick Hall, Ludmilla e Peaches actuam no LGBT+ Music Festival no Porto

LGBT Music Festival Porto

O novo LGBT+ Music Festival realiza-se na Alfândega do Porto nos próximos dias 1, 2 e 3 de Julho. São estimadas 35 mil pessoas. Durante 72 horas um vasto leque de artistas actuará com vista para o Rio Douro. O objectivo é erguer as cores do arco-íris com o primeiro LGBT+ Music Festival.

As primeiras confirmações já foram conhecidas: Iggy Azalea, Melanie C, Todrick Hall, Jax Jones, Little Boots, Jodie Harsh, Blaya, Peaches, Ludmilla, Bimini Bon Boulash, Eliza Legzdina, The Illustrious Blacks e Glória Groove, mas a organização promete maiso nomes quer portugueses quer internacionais.

O festival contará no seu alinhamento com apresentações de DJs, performers, bandas e dançarinos internacionais para uma audiência até 35.000 pessoas, em 4 palcos e com toda a cidade envolvida promete a organização que está a cargo do Apollon Group. 

Serão "três dias de diversão e celebração ininterruptas do recinto principal para a vibrante vida nocturna da cidade, entre festas temáticas em vários clubes locais, festas a bordo de barcos e celebrações em rooftops com vistas de cortar a respiração" pode ler-se no comunicado enviado às redacções.

Preparado ao pormenor, o LGBT Music Festival afirma-se como "um dos primeiros festivais inclusivos abertamente LGBTQIA+, abrangendo várias sonoridades musicais, tem o compromisso de criar um lugar seguro que abraça e eleva a diversidade de toda a comunidade".

Responsável por projectos como o festival ´Trace Made in Africa´, o Apollon Group informa que para este novo festival estabeleceu parcerias com a Câmara Municipal do Porto, o Turismo do Norte, estabelecimentos do comércio local e ainda com a MTV, a revista Attitude Magazine e uma rede de embaixadores e influenciadores. A Associação Variações, a ILGA Portugal e a Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil estão igualmente associadas ao evento e a TAP irá conceder desconto em viagens para o Porto para quem adquirir bilhetes para o festival.

“Este será um festival que relembra o passado, festeja o presente e prepara o futuro. Ao mesmo tempo que concretiza a estratégia de Turismo 2027, criará um verdadeiro espaço seguro para todos e todas que compreendem e sabem que a música é um acto de libertação. Aliando inclusão com diversão, tornará a Cidade do Porto e Portugal no epicentro da celebração dos valores de igualdade. Dará palco a artistas LGBT+ e seus aliados ao mesmo tempo que elevará os artistas nacionais a novos palcos”  refere Diogo Vieira da Silva – Community Impact Manager e porta-voz do festival.

“Um evento inspirado pela comunidade LGBT+ e que representa o maior investimento neste segmento, mas onde qualquer pessoa será bem-vinda. A missão do nosso festival é fazer com que todos se sintam vistos e ouvidos enquanto cantamos e dançamos hinos pop” diz Marco Azevedo, director do festival. 

O vídeo de promoção ao festival conta com caras conhecidas da comunidade LGBTI em Portugal como é o caso de Andreo Gustavo, Sylvia Koonz, Bruno Huca entre outras.

Este será um fim-de-semana repleto de actividades na Invicta já que a 17ª Marcha do Orgulho LGBTI do Porto e o Arraial + Orgulho do Porto foram anunciados para Sábado 2 de Julho.