Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

"Não baixem os braços! Ninguém vos pode deitar abaixo!"

Projecto Maiores de Idade.jpg

Nos dias absortos que parecemos estar a viver, há histórias, de facto, inspiradoras pela força que nos dão, porque nos fazem transpor fronteiras de pensamento, sorrir e acreditar que um mundo melhor é possível! Apresentamo-vos a Lurdes e a Preciosa, participantes no projecto Maior Idade da responsabilidade da Câmara Municipal de Ílhavo. Com a impecável ajuda do Bruno Soares, técnico deste projecto, conseguimos chegar à fala com estas "super avós" e transpor para esta entrevista a história de duas amigas que lutam pela causa LGBTI e que merecem ser melhor conhecidas.

 

dezanove: O que é, em traços gerais, o projecto Maior Idade de Ílhavo?

Bruno Soares: A Câmara Municipal de Ílhavo tem um Pelouro da Maior Idade, existindo um acompanhamento estreito entre os técnicos e a população idosa. Perante os desafios do envelhecimento, a Câmara Municipal de Ílhavo tem como principal objectivo criar pontos de encontro!

 

Não é por isso um centro de dia ou um lar... Tratam de promover actividades educativas, cívicas, turísticas que abordam questões de Direitos Humanos junto de cidadãos maiores de idade. Podem dar exemplos de actividades e workshops recentes em que tenham participado os vossos utentes?

A sociedade civil precisa de dar respostas às pessoas que vivem isoladas, e não pensar somente nas respostas típicas, como os lares.

A Câmara Municipal Ílhavo tem um trabalho diário com pessoas idosas que vivem isoladas. Não existem rotinas! Todos os dias são dias diferentes para os seniores! Desafiamos os seniores a criar performances e instalações artísticas para diferentes festivais, participam em curtas-metragens, têm aulas de zumba e de teatro musical, realizamos viagens onde vão andar de tuk-tuk ou experimentam andar de cavalo. O pensamento e a reflexão estão sempre presentes, criando iniciativas que provoquem a reflexão de diferentes temas da actualidade (por exemplo a homossexualidade).

Gostamos de designar como Maiores (marca do município) ou velhos! Adoramos a palavra "velho"!

Ílhavo.JPG

 

A adesão a iniciativas como actividades ao ar livre, como foi o caso da 1ª Marcha LGBTI em Aveiro, parte dos gerontólogos, dos participantes ou de ambos? Quem fez os cartazes que as duas Maiores empunharam com um sorriso pelas ruas de Aveiro?

Muitas das actividades são os prórpios Maiores que nos desafiam! A deslocação à Marcha veio de um desafio de uma participante no Maior Idade!

 

Houve mais participantes dos Maiores a participar?

Havia mais seniores a quererem participar na marcha! Mas o problema foi o transporte e a coincidência de outra actividade à mesma hora. Alguns seniores que ficaram tristes por não terem ido! Até dizem que deveriam ter o dom da multiplicação!

 

Por que razão a Preciosa e a Lurdes decidiram ir à sua primeira marcha do Orgulho?

Preciosa e Lurdes: Porque a mentalidade e as cabeças das pessoas devem mudar! Não devemos preocupar-nos só com o nosso umbigo e lutar pelas outras pessoas.

 

Sabemos que esta participação na Marcha foi quase quase uma homenagem aos filhos da Preciosa. Podem falar-nos sobre isso?

Bruno: Para a Maior Preciosa isto é uma homenagem aos dois filhos que faleceram. Nada melhor do que apresentar então a história de vida da Preciosa:

A vida da Preciosa é feita de enormes desafios, que esta cidadã que conseguiu ultrapassar e seguir em frente com a vida, acompanhada sempre por um belo sorriso.

A sua infância foi inocente e acompanhada pelos oito irmãos. O pai andava no mar e a mãe teve de assumir os dois papéis.

A Preciosa era a mais  irrequieta. Começou a namorar aos 18, porque o pai não a deixou namorar antes.

Tem três filhos, uma menina e dois meninos.

A menina foi sempre mais irrequieta e o seu desenvolvimento foi perfeitamente normal. Mas tudo mudou, a partir do momento em que a filha começou a consumir drogas. A Preciosa tentou inúmeras vezes libertá-la, através do internamento em centros de desintoxicação, mas sem sucesso.

A Preciosa nunca baixou os braços e lutou sempre pela filha! A Lúcia era apaixonada por uma mulher e Preciosa esteve sempre, mas sempre ao lado da Lúcia!

A sociedade condenou a relação, o apoio e luta desta mãe!

Simplesmente o único objectivo da Preciosa era ter uma filha que fosse feliz.

Os anos passaram-se e a luta de Preciosa era constante

Lúcia era artista, faleceu aos 30 anos deixando um espólio de pinturas.

O Márcio é o “menino dos olhos da mãe”, um rapaz com uma inteligência acima da média, mas acaba também por falecer, por volta dos 20 anos.

O outro menino da vida da Preciosa está na França. Um apoio na sua vida, ligando todos os dias para saber da mãe e do pai!

A Preciosa é cuidadora informal do seu marido que tem Alzheimer.

Hoje, a Preciosa sente-se feliz! Anda no Zumba, Teatro, Clube da Costura Criativa, grafita paredes, participa em festivais, vai à discoteca, é personagem principal em curtas-metragens e vai a escolas ensinar a costurar e a criar produtos! Preciosa, de 78 anos, é uma força da natureza!

"Com a luta vamos conseguir mudança, não podemos é estar paradas!" - Preciosa.

maiores idade ílhavo.jpg

 

Durante a Marcha tiveram oportunidade de falar com os jovens LGBTI ali presentes? O que lhes disse? Que conselhos lhes deu ou daria a quem está agora a ler esta entrevista?

Os jovens contactavam as Maiores para tirar fotografias e conhecerem esta história inspiradora! A Preciosa e a Eduarda diziam aos jovens constantemente: "Não baixem os braços! Ninguém vos pode deitar abaixo!"

 

Não sendo inédito, ainda é algo raro vermos seniores participarem nas marchas do Orgulho LGBTI em Portugal. Mas a Preciosa e a Lurdes fizeram-no por serem simpatizantes com a causa. Há muitas pessoas com mais de 60 anos que jamais participariam e recusam participar nesta marcha reivindicativa de direitos. As razões podem ser variadas: preconceito, falta de abertura para o tema, falta de identificação,  etc. Têm algo agora a dizer às pessoas da vossa idade? E em especial para quem tem filhos ou netos LGBTI?

Preciosa e Lurdes: As mensagens que lhes deixamos são:

Apoiem os vossos filhos e netos. O amor pode ser vivido de tantas maneiras, mas o mais importante é a felicidade e o sorriso dos olhos dos nossos filhos e netos. Por vezes complicamos tanto, mas tanto... e o mais importante é que não se sintam reprimidos e que possam estar e partilhar o amor com quem quiserem.

 

 

Que palavras ouviram de quem estava na marcha? Qual o feedback que têm tido após marcha?

Eduarda: Ouvimos palavras tão quentes e bonitas! Havia pessoas que só nos queriam abraçar e desejarem que fossemos as suas avós ou mães!

 

Sabem que uma foto vossa tem centenas de gostos nas redes sociais do dezanove.pt? O que vos parece isto? Isto dá-vos força para continuar?

Preciosa: As redes sociais são poderosas para transmitir as nossas mensagens! Todos os dias passamos várias mensagens com as actividades que fazemos! A principal é que os velhos conseguem e são capazes de mudar o mundo. Eu acredito que estamos a mudar as mentalidades e o pensamento das pessoas!

 

Onde vos podemos encontrar a seguir?

Neste momento estamos a preparar o Festival Cabelos Brancos! Estamos a criar performances de teatro e instalações para o Jardim Henriqueta Maia. E podem acompanhar-nos na página do Facebook ou Instagram: Maiores Idade - Município de Ílhavo.

 

1ª foto: Bruno Soares acompanhado de Lurdes e Preciosa

Mais fotos dos Maiores de Ílhavo aqui

Mais fotos da 1ª Marcha do Orgulho LGTBI em Aveiro aqui.

 

Entrevista de Paulo Monteiro

Agradecimentos: Preciosa, Lurdes, Bruno Soares, Projecto Maior Idade, Tomás Cazaux, Miguel Martins e Nadine Mussá