Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Natasha Semmynova homenageada e celebrada, no Teatro Sá da Bandeira

Natasha Semmynova

Natasha Semmynova foi homenageada, ontem, Domingo, 4 de Julho, na 11ª edição do Porto Drag Festival, no Teatro Sá da Bandeira. Até então, o festival acontecera no Café Lusitano, mas este ano, de forma a cumprir uma promessa feita a Natasha, realizou-se numa das salas de espectáculos existente na cidade do Porto.

Já se sabia que seria uma noite repleta de emoções e excelentes performances, onde Vítor Fernandes, ou mais conhecido por Natasha Semmynova, seria homenageado, mas também celebrado e, de facto, as expectativas não foram defraudadas para as largas centenas de pessoas que se deslocaram ao teatro mais antigo da cidade Invicta.  

A noite de espectáculo iniciou-se com imagens de Natasha Semmynova e uma clara mensagem “We will never walk alone”, uma frase tatuada no corpo de Vítor e, que deu mesmo nome a um bloco presente na 16º Marcha do Orgulho do Porto – uma iniciativa do colectivo Feminismos Sobre Rodas para homenagear Natasha Semmynova. A partir daí, vários artistas pisaram o palco do Teatro Sá da Bandeira com performances incríveis que fizeram vibrar o público. Entre o leque de artistas presentes estiveram Agatha Top, Big Mama, Dyanne Star, Elektra Asford, Jessica Top, Kara Kills, Kim Foz, Lilly Prozac, Morgana, Ricardo Madonna, Wanda Morelly e Yra Top. A diversidade das performances foi grande, havendo espaço para momentos mais enérgicos, outros mais calmos, outros mais cómicos: na verdade, houve espaço para muito talento e diversidade.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por dezanove.pt (@dezanovept)

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por dezanove.pt (@dezanovept)

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por dezanove.pt (@dezanovept)

Durante o espectáculo, na parte inicial, houve também tempo para um discurso emotivo, feito por João Paulo, director e editor do Portugal Gay, que lembrou o amigo Vítor, fazendo referência a todo o seu talento e a todas as lutas/causas em que se envolvia, nomeadamente causas relacionadas com direitos LGBTI e sida. A meio do espetáculo também irmã de Vítor, que esteve presente, não foi esquecida e houve um forte aplauso para a mesma.

João Paulo, para além do discurso de homenagem, foi o apresentador do festival,  juntamente com Wanda Morelly, e proporcionaram em momentos distintos, nesses espaços, muitos risos e aplausos.

O espectáculo terminou com artistas e público a dançarem ao som de Dancing Queen dos ABBA. Foi, de facto, uma grande noite de homenagem e celebração de um dos maiores ícones do transformismo em Portugal falecido a 15 de Junho deste ano.

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por dezanove.pt (@dezanovept)

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por dezanove.pt (@dezanovept)

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por dezanove.pt (@dezanovept)

Vê o registo fotográfico deste espectáculo no Instagram do dezanove ou neste álbum do Facebook.

 

Sara Lemos