Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Noruega: ataque terrorista provoca duas mortes, duas dezenas de feridos e cancelamento do Pride

Pride de Oslo cancelado após ataque terrorista a um bar gay esta madrugada.

_file=7275D43843D5B59F3C287263DA3772CA5D0F7200.jpg&dh=532&dw=800&cropX=0&cropY=0&cropH=1629&cropW=2448&t=4.jpg

Um homem foi acusado de 'terrorismo' após ataques mortais esta madrugada no centro de Oslo, na Noruega.

Duas pessoas morreram e duas dezenas ficaram feridas. 10 pessoas ficaram em estado grave.

A marcha do Orgulho LGBTQI+ da capital norueguesa marcada para hoje, Sábado 25 de Junho, foi cancelada após este ataque, que atingiu dois bares, incluindo um clube gay.
O suposto autor, cuja identidade não foi divulgada, é um norueguês de 42 anos de origem iraniana, informou a polícia norueguesa. "Ele é suspeito de homicídio, tentativa de homicídio e acto terrorista", disse o porta-voz da polícia de Oslo.
Há boas razões para acreditar que ele tinha a intenção de semear o terror", acrescentou. O tiroteio, que ocorreu à 1:00 da manhã, hora local, ocorreu do lado de fora do pub Per på hjørnet, onde as duas mortes ocorrerem descrevem os media locais.

O atacante foi então para um clube gay perto, o London Pub, no centro de Oslo. “Há razões para acreditar que se trata de um crime de ódio”, disse o responsável da polícia referindo-se à natureza dos locais visados.

A polícia pediu aos organizadores que cancelassem a marcha LGBTQI+ prevista para a tarde de hoje enquanto bandeiras do arco-íris foram colocadas perto do local do ataque como sinal de solidariedade. Após as "recomendações da polícia", "todos os eventos relacionados ao Orgulho de Oslo são cancelados", escreveram os organizadores do orgulho no Facebook, implorando "a qualquer um que planeasse participar ou assistir ao desfile, que não aparecesse. "

Pride Oslo

 

Cinco minutos depois das mortes, o atacante foi neutralizado. Os civis fizeram uma "contribuição heróica" de acordo com a polícia, ajudando a capturar o suspeito e prestando primeiros socorros às vítimas no cenário do crime. Foram encontrados no local uma arma automática e um revólver.

A  organização do Pride de Oslo apela a que se assinale o Pride hoje a partir de casa e nas redes sociais através da hastag #walkwithpride.

IMG_20220625_114353.jpg