Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

O primeiro musical drag interactivo do mundo é português e tem tudo… até Filomena Cautela!

Filomena Cautela.jpg

A pandemia da covid-19 implica cuidados redobrados e adicionalmente capacidade de reinvenção para fazer face a um mercado com estabecimentos fechados ou com limitações nas suas lotações, com cada vez mais pessoas desempregadas ou pessoas em lay off.

 

A partir do projecto Drag Taste, lançado em Junho de 2019 e que até ao início do confinamento bateu recordes tornado-se a experiência online nº 1 na plataforma Airbnb, nasceu o musical cLock Down. Um trocadilho intencional num tempo em que ainda não é norma voltar às salas de espectáculo. 

Se antes a experiência Drag Taste passava por cozinhar, aprender a ser uma drag ou usufruir de uma refeição num ambiente hilariante, agora o foco é outro. Depois do êxito Sangria and Secrets with Drag Queens que vendeu mais de 9000 bilhetes e foi notícia até na revista Forbes, Pedro Pico aka a Drag Queen Teresa al Dente pegou no conceito e reinventou-o aos tempos em que para fazer o que fazíamos antes... temos de usar a plataforma Zoom e criou um musical com a sua equipa artística.

Teresa al Dente.jpg

Para termos hoje aqui o espectáculo cLock Down a funcionar “foram no total cerca de 60 dias de trabalho” comenta Pedro Pico ao dezanove.pt no fim do ensaio geral. “Começamos logo nos dias que se seguiram à declaração do Estado de Emergência porque tínhamos salários da equipa para pagar ao mesmo tempo que se sucediam os acontecimentos”. E foi assim que o projecto fechou as suas portas físicas, mas abriu as janelas online. E a ideia do musical surgiu como resposta à pergunta: O que fazer para sobrevivermos e fazer face à pandemia?

Pedro explica que ao ler um artigo da OMS sobre a forma como o confinamento e a falta de interacção humana, cultural e artística, poderiam afectar de forma negativa as crianças decidiram, em equipa, escrever um Musical, 100% online e original que tivesse a particularidade de ser interactivo.

clock down.jpg

Com as salas de espectáculos fechadas, cLock Down leva o espectáculo para dentro de casa das famílias de todo o mundo. cLock Down faz uma analogia mágica sobre as emoções negativas durante a quarentena. Tristeza, medo e raiva podem ser transformados em felicidade. Teresa al Dente narra a história de como era jovem e morava na cidade de Tic Toc, um reino onde o tempo e os relógios estavam vivos, até o dia em que um egocêntrico feiticeiro, Vyraz (Cher No-Billz), os fez parar e todos foram forçados a ficar em casa. É este o ponto de partida da história um mix de comédia musical onde várias drags dão o seu melhor e onde até não falta um duende e um peixe falante.

Pedro Simões.jpg

Na equipa de Pedro Pico estão mais de 50 nomes sonantes do meio artístico português: Henrique e Nuno Feist, Pedro Simões (peça Damas da Noite, DJ Filha da Mãe residente na discoteca Trumps e capa do guia Lisbon Gay Circuit), Babaya Samambaia (vencedora do Miss Drag Lisboa 2019 e recente concorrente do Got Talent Portugal), Cher No-Billz (artista residente da discoteca Posh), as drags Affrika, Morgana, Lazzarka, Ashekeroza, Lexa BlacK, Lucas Vasconcelos, a actriz Mariana Pacheco na voz de Lady Sadness, Paulo Vintém, entre muitos outros técnicos de som, luz e imagem. O musical cLock Down conta com a participação especial de Filomena Cautela como Queen O'Clock, numa versão em que actriz que nos remete para um imaginário de Frozen com um background de Alice no País das Maravilhas.

O musical é todo falado em inglês para chegar a todo o planeta. A percepção é auxiliada com recurso a legendas durante  a interpretação dos temas e a interacção com o público em casa, apenas para quem assim o pretenda, é uma mais-valia do espectáculo. (nós corroboramos: vale a pena!)

A estreia mundial deste projecto made in Portugal acontece esta sexta-feira 26 de Junho. Os bilhetes para esta experiência podem ser adquiridos em airbnb.com/clockdown, pelo preço de 23€ por cada casa. O espectáculo é transmitido em directo, via Zoom, com quatro sessões diárias, de sexta a Domingo.

 

Paulo Monteiro

 

Segue o projecto Drag Musicals no Instagram em: @dragmusicals